segunda-feira, 7 de abril de 2014

10 coisas que você talvez não saiba que seu Android faz

10 coisas que você talvez não saiba que seu Android faz

Por Redação Olhar Digital - em 07/04/2014 às 16h30
Avaliação:
Avaliar:



Smartphones em geral são muito simples de ser usados, mas alguns recursos interessantes normalmente acabam soterrados entre tantas funções mais óbvias. Depois de listar ferramentas bacanas do iOS, a seleção abaixo, criada pelo Buzzfeed e adaptada pelo Olhar Digital, mostra algumas ferramentas legais e curiosas escondidas no Android. Confira:

Compartilhar coisas apenas ao encostar os telefones

Um recurso bacana que raramente é lembrado pelos usuários do sistema do Google é o Android Beam. A ferramenta permite a transferência de arquivos, contatos, músicas, vídeos, fotos e aplicativos apenas encostando um aparelho no outro.

Para isso, é necessário ter dois aparelhos com a tecnologia NFC e o recurso deve estar ativado em ambos. Para ativar, é necessário acessar as Configurações e pressionar Mais…; em seguida, é só liberar o recurso Android Beam.

Bloqueio de tela com reconhecimento facial
Não é preciso usar uma senha toda vez que você liga o aparelho, basta colocar seu rosto em frente à câmera. Para isso, acesse Configurações > Segurança > Bloqueio de tela e selecione Desbloqueio facial. Em seguida, posicione seu rosto na área indicada para configuração.

O Google avisa que este método não é o mais seguro, porque pessoas parecidas com você podem desbloquear o aparelho. Para evitar que um engraçadinho use apenas uma foto sua para liberar o aparelho, basta ativar a Verificação de presença viva, que exige que a pessoa pisque para ser reconhecida. Você também pode acessar Melhorar a correspondência do rosto, para que o celular o reconheça-o com e sem óculos, com e sem barba e em diferentes condições de luz.

Transforme suas fotos em vídeoA partir do Android 4.3, é possível criar vídeos divertidos com as fotos que estão guardadas no seu celular. Acesse o app Fotos, pressione o botão em formato de “claquete de cinema” e escolha as fotos que vão fazer parte do vídeo. Em seguida, é só escolher uma trilha sonora para o fundo do vídeo, um estilo visual, e o resultado sai automaticamente. É possível incluir até mesmo vídeos na brincadeira.

Busca por voz
O Google Now brasileiro é bem limitado, mas para quem tem um pouco de conhecimento do inglês, a busca por voz é bem eficiente, se aproximando do que o Moto X é capaz de fazer. Para quem não tem o aparelho da Motorola, basta falar “Ok, Google”, e dizer o que deseja buscar. É possível obter informações sobre o tempo na sua cidade ou em alguma outra região, por exemplo.

Acessar abas que estão abertas em outros dispositivos
Quem está logado no Google Chrome tem a possibilidade de acessar as abas abertas no navegador do desktop pelo Android. Para isso, é só abrir o navegador no seu celular e acessar a opção Outros dispositivos, no menu. Todas as abas abertas no seu desktop serão exibidas no aparelho e você pode abri-las como preferir.

Servir como roteador Wi-Fi
Para quem necessita urgentemente de internet Wi-Fi, é possível transformar o seu celular em um roteador, mudando o sinal de internet móvel em Wi-Fi para conectar seu notebook ou qualquer outro aparelho. Para tal, é necessário acessar Configurações > Mais… > Tethering e acesso portátil e configure um Ponto de acesso Wi-Fi portátil. Mas é importante ficar ligado, pois essa ferramenta consome seu plano de dados, então deve ser usada apenas em casos realmente necessários.

Mostrar informações na tela de bloqueio
Se você perder o telefone, não custa nada deixar seu e-mail para o caso de alguém achar o aparelho. Neste caso, basta entrar em Configurações > Segurança > Info do proprietário. Neste campo, digite um endereço de e-mail. Vai que uma pessoa legal encontra o seu aparelho e tenta devolvê-lo?

Controle de dados usados
O Android tem uma ferramenta bacana que permite que você veja em detalhes quantos megabytes ou gigabytes de seu plano você já usou. Você também pode visualizar quais são os programas que mais consomem dados. Basta entrar em Configurações > Uso de dados para ver o gráfico. Caso o consumo de dados esteja ativado, você pode estabelecer um limite, para garantir que você não vai estourar a cota do mês.

Sincronizar o tablet ou PC com o celular para enviar SMS
Esta função é nativa em alguns celulares, mas nem todos têm a ferramenta. Para quem não tem, é recomendado um aplicativo chamado AirDroid (clique aqui). Ele permite sincronizar o celular com o PC, possibilitando a transferência de arquivos pela rede Wi-Fi, gerenciar aplicativos, tirar fotos remotamente, ver as imagens guardadas no celular e inclusive responder mensagens SMS sem precisar sofrer com o tecladinho do celular. É uma 'mão na roda'. Outra alternativa para quem procura responder SMS pelo PC é o MightyText (clique aqui).

Liberar uma animação secreta
O easter-egg mais famoso do Android, que mostra uma animaçãozinha divertida relacionada à versão atual do sistema operacional. Entre em Configurações > Sobre o telefone e pressione várias vezes “Versão do Android”. Depois de algum tempo será mostrada uma imagem que tem a ver com a versão do sistema irá aparecer. No caso do “Jelly Bean”, várias jujubas aparecem. Para quem tem o “KitKat”, irá aparecer a letra K, que quando pressionada repetidas vezes, se transforma em uma brincadeira que une a ma

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Passageiro que desistir de viagem de ônibus terá dinheiro de volta


direito do consumidor

Passageiro que desistir de viagem de ônibus terá dinheiro de volta

Resolução destaca que qualquer passageiro pode transferir sua passagem a outra pessoa sem pagar nada por isso
por Alex Rodrigues, da Agência Brasil publicado 03/04/2014 17:19
Comments
reprodução facebook
ônibus
Cada bilhete vale por até um ano e, durante o prazo, pode ser remarcado para a mesma linha, seção e sentido
São Paulo – Uma resolução da Agência Nacional de Transportes Terrestres publicada no Diário Oficial da União de hoje (3) estabelece os direitos de quem viaja em ônibus interestaduais e internacionais. As regras se aplicam a percursos acima de 75 quilômetros.
Entre as mudanças estão os percentuais máximos que as empresas de transporte poderão cobrar de quem quiser cancelar ou remarcar sua passagem. Cada bilhete vale por até um ano e, durante o prazo, pode ser remarcado para a mesma linha, seção e sentido.
Caso o usuário queira alterar a data ou horário da viagem, a empresa poderá cobrar até 20% do valor da tarifa paga para remarcar o bilhete, a partir de três horas antes do início da viagem. E se optar por viajar em ônibus de categoria superior à inicialmente prevista ou caso a passagem tenha sido adquirida em uma promoção, o passageiro irá pagar a eventual diferença de preços.
Se o usuário desistir de viajar até três horas antes do embarque, o valor a ser devolvido pela empresa não poderá sofrer desconto superior a 5% da quantia paga pelo usuário. O reembolso será calculado com base no valor da tarifa vigente na data da restituição. A empresa terá até 30 dias para entregar o dinheiro ao usuário desistente.
Caso, por culpa da empresa de ônibus, haja atraso superior a uma hora no início da viagem, o cliente poderá optar por ser remanejado, sem custos, para outra empresa que ofereça serviço equivalente para o mesmo destino, receber imediatamente o valor pago pela passagem, ou seguir viagem com a mesma transportadora.
Se a viagem for interrompida ou sofrer atraso superior a três horas, a empresa deverá oferecer alimentação aos passageiros. Quando não for possível seguir viagem no mesmo dia, a transportadora será obrigada a pagar hospedagem. As regras se aplicam também aos casos em que a companhia vende passagens além da capacidade do ônibus.
Caso o usuário perca ou tenha sua passagem roubada, a transportadora irá emitir um novo bilhete, bastando que o cliente apresente o documento de identidade. A emissão da segunda via da passagem não acarretará qualquer problema porque, de acordo com a resolução, as empresas, a partir de agora, terão que identificar cada um dos passageiros nos bilhetes de passagem e de embarque. Os bilhetes deverão apresentar também informações como o valor dos tributos embutidos no preço final e do pedágio, se houver.
Além disso, ao contrário do que ocorre no setor aéreo, a resolução destaca que qualquer passageiro pode transferir sua passagem a outra pessoa sem pagar nada por isso.

quinta-feira, 3 de abril de 2014

COLEÇÕES PEDAGÓGICAS PARA BAIXAR

COLEÇÕES PEDAGÓGICAS PARA BAIXAR





















































































































































vol 2 parte A


vol.2 parte B