terça-feira, 1 de julho de 2014

SERVIDORES DA SAÚDE, FAZEM NOTA DE REPÚDIO



 Os servidores da Saúde de Diamantino fizeram uma nota de Repúdio, as declarações do Vereador Giripoca no último dia 16/06, onde o mesmo chamou alguns motoristas de ladrão;
O caso ganhou repercussão no município, a atitude do edil.
O que acho estranho e do Sitspumd não fazer o mesmo...



OS SERVIDORES PUBLICOS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAUDE DE DIAMANTINO DO ESTADO DE MATO GROSSO, vem a público, repudiar a atitude do Vereador EDSON DA SILVA, (PROS) vulgo GIRIPOCA de Diamantino, pela forma ofensiva como se dirigiu aos servidores Municipais MOTORISTAS que compreende, também, os demais servidores e Secretario que passaram por esta Secretaria de Saúde do município de Diamantino. Ao se dirigir aos Funcionários de forma desrespeitosa, injuriosa e depreciativa, o vereador tenta manchar a honra e tirar a respeitabilidade daqueles que é a voz do cidadão.
Os servidores públicos municipal da Secretaria Municipal de Saúde, considera lamentável que o vereador GIRIPOCA, representante do povo, use a tribuna da Câmara Municipal, na vã tentativa de se promover, para desferir xingamentos, insultos e injúrias a uma classe que tem o compromisso de velar pelo cumprimento da Constituição Federal, garantir o estado democrático de direito, pugnar pela justiça social, pelos direitos humanos e pelo regular cumprimento das leis. 
Entende que o vereador Edson da Silva (GIRIPOCA) feriu o decoro parlamentar e demonstrou um total desrespeito aos Servidores da Secretaria de Saúde e aos cidadãos Diamantinenses.
Diante do fato, tomaremos as providências de natureza civil e criminal que forem necessárias para garantir e exigir o respeito às prerrogativas a que tem direito, garantidas em Lei Federal. 

Diamantino, 23 de Junho de 2014

Servidores Público da Secretaria Municipal de Saúde de Diamantino – MT.

VEREADOR DIZ QUE NÃO COMPARECERÁ A CONVOCAÇÃO.

O vereador Giripoca enviou um Comunicado ao Conselho Municipal de Saúde, dizendo que não iria comparecer a Convocação, no documento o edil informou:
____" Que já fora tida conversa cm a classe de servidores mencionada na Sessão Ordinária do dia 16/06/2014 (motoristas da Secretaria Municipal de Saúde), razão pela qual não me farei presente na referida Reunião extraordinária do Conselho Municipal de Saúde”. 
Não restou outra alternativa o Conselho senão Cancelar a Convocação. 


CLICK EM CIMA PARA AUMENTAR

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Vai ter que explicar

O vereador Edson da Silva (Giripoca), foi convocado pelo Conselho Municipal de Saúde para prestar esclarecimentos sobre a denúncia feito pelo edil no último dia 16 de junho, onde diz que vários motoristas da Secretaria Municipal de Saúde,  roubavam peças e gasolina.




PARABÉNS

Gostaria de parabenizar a amiga Arirce Silva, que recebeu a Comenda Almirante Batista das Neves na Câmara Municipal de Diamantino.
Estiveram presentes seus amigos mais próximos e familiares.


terça-feira, 24 de junho de 2014

Miss Brasil estará no Miss Diamantino 2014, depois do jogo entre Brasil e Chile


 
 
Atração do tradicional Miss Diamantino, a Miss Brasil 2013, Jakelyne Oliveira, prestigiará a edição 2014 do evento diamantinense, que ocorre no sábado (28.06), a partir das 22h, no Parque de Exposições, com entrada gratuita. A representante de Mato Grosso, Jakelyne Oliveira, representou o país no concurso Miss Universo, que ocorreu em Moscou, na Rússia.
 
O prefeito de Diamantino, Juviano Lincoln, frisou que o Miss Diamantino será uma grande festa depois do jogo entre Brasil e Chile. “Excelente oportunidade para festejar com a participação especial da Miss Brasil e animação da banda Sandokan, evento grandioso inteiramente gratuito à população”, afirmou.
 
As candidatas desfilarão em traje de banho e traje de noite. Na ocasião serão avaliadas pelo corpo de jurados nos quesitos: beleza, simpatia, harmonia estética em traje de banho, elegância e porte em traje noite, desenvoltura e postura na passarela durante todo o desfile.
 
A Miss Diamantino receberá o cachê de R$ 1.500, mais despesas como traje oficial, translado e inscrição para o Miss Mato Grosso 2014. A segunda colocada receberá o cachê de R$ 1mil e a Miss Simpatia receberá R$ 500.
 
Fonte: Assessoria de Imprensa
 
 
 

domingo, 22 de junho de 2014

E agora pessimistas?





Passada a primeira semana da abertura da Copa do Mundo, os pessimistas de plantão devem estar roendo de ódio. A Copa do Mundo do Brasil simplesmente é um sucesso.
Mesmos com esses itens citados pela grande imprensa do Brasil como:

1-O palco da final da Copa foi invadido por torcedores não só uma, mas duas vezes - por torcedores argentinos logo na estréia do estádio e por chilenos, que depredaram a sala de imprensa, na quarta.
2-Por sorte, a partida de abertura começou ainda de dia: no primeiro tempo de Brasil x Croácia, houve dois apagões em cerca de um quarto dos refletores do novo estádio, que foi entregue às pressas.
3-Em vários dos estádios do Mundial, torcedores reclamam que os produtos oferecidos nos bares e lanchonetes se esgotam antes mesmo do fim do jogo - muitas vezes, ainda no intervalo das partidas.
4-Não teve Marselhesa na estréia da França na Copa: na partida entre a seleção européia e Honduras, no Beira-Rio, uma falha técnica fez com que o jogo começasse sem a execução dos hinos nacionais.
5-Primeiro foi na Arena Pantanal, em Cuiabá, em Chile x Austrália; depois, no Maracanã, em Chile x Espanha. Os fogos passaram pela segurança e foram usados dentro dos estádios, o que é proibido.
6-Três torcedores disseram ter pagado 1.500 reais a um funcionário credenciado para que conseguissem entrar sem ingresso no jogo entre Brasil e México, em Fortaleza - usando coletes de vendedores.
7-Entregues no sufoco, sem que tempo para a emissão de alvará dos bombeiros, setores temporários da Arena das Dunas foi um problema - cadeiras foram interditadas e os torcedores, remanejados.
8-Como os projetos de mobilidade urbana não saíram do papel em muitas cidades, torcedores sofreram para chegar às arenas. Foi o caso de Manaus e Salvador, onde alguns se atrasaram para as partidas.
9-O marketing de emboscada, estratégia muito combatida pela FIFA, apareceu logo na abertura, quando uma bandeira de uma loja de materiais de construção foi mostrada por bastante tempo na televisão.
10-Além de marcas comerciais, frases de cunho político também estão proibidas nos estádios - mas isso não impediu que a TV mostrasse uma faixa com a frase "as Malvinas são argentinas" no Maracanã.
11-Natal sofreu com temporais que deixaram a cidade em estado de calamidade pública. Seu estádio, entregue muito próximo da Copa, também foi impactado: o entorno inacabado ficou cheio de poças.
12-O estádio mais caro do Mundial (a conta se aproxima dos 2 bilhões de reais), na capital federal, teve problemas de acesso: as filas nos portões fizeram muita gente perder o início de Suíça x Equador.
13-Além de ter sido muito pobre (e de ter repercutido muito mal no exterior), a cerimônia de abertura em São Paulo teve uma gafe: a bandeira da Nigéria foi trocada pela do Níger no centro do gramado.
14-Todos os instrumentos musicais estão proibidos nos estádios da Copa. Só não se sabe como a torcida de Costa do Marfim x Japão conseguiu entrar com tambores na partida na Arena Pernambuco.
15-Além dos instrumentos, os panos com mastros e de dimensões muito grandes também são vetadas no Mundial. Mas no Maracanã e no Mané Garrincha esses dois tipos de bandeiras foram vistos.

Temos ajustes a fazer sim, mas eles virão com o decorrer da Copa, ou seja, estão acontecendo. Ajustes estes, lógico, fazem parte, mas nada que tire o brilho do país do futebol.
Até o momento a Copa segue e vai muito bem obrigado...
Todos aqueles que previram uma catástrofe na organização da Copa e que agora se refestelam nos camarotes dos estádios, agora elogiam a Copa.

 VAI ENTENDER ESSE POVO...

quinta-feira, 19 de junho de 2014

PDT de olho em uma vaga na Assembléia





O PDT de Diamantino reuniu-se hoje 19/06 no Hotel Kayabi, no centro histórico de Diamantino.
Marcaram presenças, vários filiados e lideranças do município para traçarem metas para a convenção do dia 27/06, que acontecerá na capital do estado no Ginásio Verdinho, no CPA, a partir das 16 horas.
Depois de receber os mais altos elogios de simpatizantes, filiados, o pré-candidato Eduardo Capistrano, falou que se sente feliz em apresentar o seu nome como pré-candidato a deputado estadual, e espera contar com a ajuda da militância, e para isso o trabalho de formiguinha deve acontecer e com isso percorrer todas as casas de Diamantino.
Além disso, o projeto que o candidato irá apresentar será um projeto para o Médio Norte, onde envolverá cerca de 12 municípios da nossa região.
Seu pai o ex-prefeito Erival Capistrano, se emocionou, quando falou do filho, e disse que estará na luta, pois o mesmo será o Coordenador da Campanha de Pedro Taques aqui no Médio Norte.
Sempre sorridente Eduardo Capistrano, pediu o apoio dos militantes, e pediu para que todos consolidem esse apoio no dia 27 na convenção onde sairá candidato a uma vaga a Assembléia Legislativa do Estado.
Durante a reunião ficou definido que dependendo do número de filiados, que deslocaram para a capital, o partido irá fretar um ônibus, para levar os simpatizantes a Cuiabá.





quarta-feira, 18 de junho de 2014

E AGORA?

VÍDEO DA ULTIMA SEÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINO, ONDE O VEREADOR GIRIPOCA DIZ QUE VÁRIOS MOTORISTAS ROUBAVAM PEÇAS E GASOLINA...

video


terça-feira, 17 de junho de 2014

EDUCAÇÃO: 5,5% SÓ MÊS DE AGOSTO.



Em reunião no final da tarde de ontem, dia 16/06/14 entre o SINTEP de Diamantino, e o prefeito Juviano Lincoln, foi nos dada a triste notícia que a reposição salarial que era pra ser concedida agora no mês de junho, ficará para o mês de agosto.
O prefeito alegou que está enfrentando problemas para a quitação da folha de pagamento, os recursos estão escassos.
Participaram da reunião com o prefeito o Presidente da Câmara Municipal de Diamantino Luiz Carlos Gaino, os vereadores Edilson Motta Sampaio e Manoel Loureiro.
Perguntado por este blogueiro se em agosto não ficaria mais difícil o prefeito quitar a folha de pagamento, porque em seguida tem enquadramento, o prefeito disse cumprirá o acordado.
O Sintep não gostou em nada, das mudanças do prefeito em não cumprir o acordo, haja visto que o prefeito enviou documentação a categoria, foi lida em assembléia e o mesmo nem sequer enviou um documento comunicando que os 5,5%, não sairiam mais neste mês.
Outro ponto levantado pelo Sintep foi a folha de pagamento que não chegam as escolas, o prefeito voltou a cobrar do Sec. de Educação Prof. Nilvo Pedro Lanza, o mesmo ficou de buscar orçamentos para atender as reivindicações do sindicato
Por esses dias Sintep deverá convocar uma nova assembléia para discutir essa nova proposta do prefeito.
O temor que todos temos é dele não cumprir novamente.
Esses 11% seriam para janeiro de 2014.....
E até o momento.....

segunda-feira, 16 de junho de 2014

I ENCONTRO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA ETNIA BAKAIRI -15 a 19/06/14


Kurâ Bakairi
  Nome
Os Bakairí se autodenominam Kurâ, que quer dizer gente, ser humano. Eles se consideram os verdadeiros Kurâ, a humanidade por excelência, devendo os demais ser especificados. Kurâ expressa, no sentido restrito, "nós, os Bakairí", "o que é nosso". O termo Bakairí é para eles de origem desconhecida e encontra-se registrado nas crônicas da história regional desde o século XVIII.

Língua
A língua Bakairí pertence à família Karíb. Segundo os estudiosos, ela apresenta elementos comuns às dos Arára e Txikão e outros às dos Nahukwá e Kuikúru. Todos os Bakairí falam a sua língua, assim como o português.
Desde a década de 60, missionários do Summer Institute of Linguistics (S.I.L.) traduzem textos bíblicos para a língua Bakairí. Cartilhas para alfabetização na língua materna foram por eles elaboradas. Esses trabalhos tendem a uniformizar as diferenças internas, que estão por merecer um cuidadoso estudo.

Localização
Vivem no estado de Mato Grosso, nas Terras Indígenas Bakairí (61.405,5905 hectares) e Santana (35.479,7443 hectares). Em ambas predomina o cerrado.
Santana situa-se no município de Nobres e tem o seu nome emprestado de um afluente do Rio Novo que, desenhando parte dos seus limites, desce em busca do Arinos, tributário do Juruena, afluente do Tapajós.
A Terra Indígena Bakairí, na sua quase totalidade, localiza-se no município de Paranatinga, à margem direita do rio Paranatinga ou Telles Pires, afluente do Tapajós. Uma parte dela situa-se no município de Planalto da Serra, à margem esquerda daquele rio. Nas suas vizinhanças encontram-se o morro do Urubu, do Daniel e parte da Serra Azul.
Juridicamente, ambas se encontram regularizadas: homologadas e registradas no Serviço de Patrimônio da União e no Cartório de Registro de Imóveis.
Os centros urbanos que mais influências exercem na vida dos Bakairí são Nobres, Paranatinga e Cuiabá, a capital do estado.