segunda-feira, 22 de julho de 2019

O que muda nas eleições para vereador em 2020?



A eleição para vereador em 2020 será diferente das anteriores. Várias mudanças nas regras eleitorais entrarão em vigor e é preciso estar atualizado para adequar as estratégias de comunicação política a elas. A minirreforma de 2017 alterou a Lei das Eleições e o Código Eleitoral. As mudanças aconteceram com o objetivo de garantir ao processo eleitoral uma disputa mais justa e equânime entre os concorrentes.

As principais alterações para as eleições de 2020 foram:

  • O fim das coligações proporcionais;
  • A ampliação do número de candidatos que cada partido poderá lançar;
  • A criação do fundo especial de financiamento de campanha;
  • Redução do tempo de domicílio eleitoral;
  • Entre outras.

Fim das coligações proporcionais nas eleições para vereador em 2020

Neste texto, você encontra um comparativo de como era e como está o cenário para os candidatos à vereança.
A partir de 2020, os partidos não poderão mais fazer coligações partidárias nas eleições para deputados e vereadores. Os partidos poderão se juntar somente na eleição majoritária (prefeito), devendo concorrer isoladamente nas eleições proporcionais (vereadores).
Como era: os votos de todos candidatos e legendas da coligação eram somados conjuntamente. De modo que são as coligações, e não os partidos individualmente, que conquistam vagas no Legislativo.
Como ficou: com a reforma política, os partidos não mais poderão se coligar em eleições proporcionais. Isso não significa que o sistema proporcional deixará de existir, mas apenas que os partidos concorrerão em chapas separadas, sem alianças. Ou seja, contarão apenas com seus próprios votos.
Com isso, os partidos mais fortes sairão fortalecidos enquanto os menores terão mais dificuldades em elegerem candidatos.

Cláusula de barreira nas eleições para vereador em 2020

Cláusula de barreira é uma lei que restringe a atuação e o funcionamento de partidos políticos que não obtiverem determinada porcentagem de votos para o Congresso. Em 2017, com a Reforma Política, a Cláusula de Barreira foi aprovada pelo Senado Federal, e já valeu para as eleições de 2018.
Como era: todos os partidos recebiam uma fatia do fundo partidário, usado para manter a estrutura das siglas. O tempo de propaganda em rádio e TV era calculado de acordo com a bancada na Câmara.
Como ficou: passa a existir um desempenho eleitoral mínimo para que os partidos tenham direito ao tempo de propaganda e ao fundo partidário. Esse desempenho mínimo exige o cumprimento de pelo menos uma de duas exigências:
Os partidos precisam alcançar, no mínimo, 1,5% do total de votos válidos distribuídos em 9 estados ou mais. E em cada um desses estados a legenda precisa ter, no mínimo, 1% dos votos válidos ou  eleger 9 deputados distribuídos em, no mínimo, 9 estados.

Fundo especial de financiamento de campanha para eleição de vereador em 2020

O Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) é um fundo público destinado ao financiamento das campanhas eleitorais dos candidatos. Ele entrou em vigor nas eleições de 2018 e valerá também para as eleições municipais de 2020.

O fundo tem regras para a sua distribuição definidas em lei: uma pequena parcela é rateada entre todos os partidos e o restante de acordo com a votação dos partidos e a sua representação no Congresso.
Como era: antes os partidos podiam receber doações de empresas para as campanhas eleitorais.
Como ficou: Agora além do fundo eleitoral , as campanhas poderão contar com doações de pessoas físicas, limitadas a 10% do rendimento bruto do ano anterior ao das eleições e com a arrecadação por ferramentas de financiamento coletivo – o crowndfunding ou vaquinha virtual.

Número de candidatos nas eleições para vereador em 2020

Haverá mudança também no número de candidatos a vereador que serão lançados em 2020. Cada partido poderá lançar até 150% do número de vagas existentes na Câmara Municipal.
Como era: Antes das novas regras eleitorais, as coligações podiam lançar até 200% da quantidade de vagas. Para exemplificar: Em um município com 12 vagas, cada coligação poderia lançar em conjunto 24 candidatos a vereadores.
Como ficou: Com a vigência da nova legislação, cada partido isoladamente deverá lançar até 150% do número de cadeiras. Ou seja, no município citado acima, cada partido deverá lançar sozinho 18 candidatos. Suponhamos que existam 19 partidos concorrendo, o número de candidaturas subiria para 342 candidaturas.
As legendas terão que se adaptar às mudanças. Para o alcance do coeficiente eleitoral haverá a necessidade de um número maior de candidatos como também nomes que tenham maior representatividade em número de votos sob pena de alcançarem o valor de voto necessários.

Domicilio eleitoral nas eleições para vereador em 2020

O tempo mínimo de domicílio eleitoral diminuiu. Domicílio eleitoral é o lugar da residência ou moradia ou outro lugar em que o eleitor possua algum vínculo específico, que poderá ser familiar, econômico, social ou político. O domicílio determina o lugar em que o cidadão deve alistar-se como eleitor e assim, poder nele votar e por ele candidatar-se a cargo eletivo.

FONTE: https://marketingpoliticohoje.com.br/eleicoes-vereador-2020/

quarta-feira, 17 de julho de 2019

O FALSO MORALISTA ACABA SE DELATANDO...MELHOR CONTER-SE!!!



O Falso Moralista é aquela pessoa que defende comportamentos rígidos e exemplares perante a sociedade, que aparenta ser uma pessoa de conduta social exemplar e não o é. Que prega a moral e os bons costumes, porem no seu dia-a-dia não pratica a moral que ele defende, ou julga correta Em diversas situações o ser humano sabe que é imoral, porém o falso moralista procura camuflar e transparecer que é um moralista, ético… Na verdade, um hipócrita.  
 Em minha opinião, esta pessoa também é conhecida como “Hipócrita. Tem conceito de valor, ética ou moral, mas confunde-se no momento de entendê-lo”. Tem a ilusão de estar sempre certo. Para esta pessoa, a lógica jamais conseguirá desmontar suas idéias inquestionáveis. “Àquele que critica suas idéias”, ela mostra desprezo, porque se mantém numa postura inflexível, considerando seu código de ética como sagrado. Por isso digo que o falso ético mesmo se delata!!! Este tipo de pessoa que prega para todo mundo o que acha certo ou errado pode se colocar em situações embaraçosas, pois a qualquer momento irá cair em contradição porque não conseguirá se mostrar “certinha” o tempo todo. A qualquer momento que ela sair daquilo que acha certo e moralmente aceito, será tachada de “Falso Moralista” por não pregar nada daquilo que defende, faz isto apenas para se blindar e prejudicar os demais. São pessoas que já aprontaram coisas horríveis e ainda continuam fazendo e se esquecem que não têm nenhuma moral para falar dos outros.
 Este tipo de gente não pensa duas vezes, atropela quem estiver em sua frente. Eu não sei se este texto foi para desabafar… Mas é que cansa ver falsos moralistas e hipócritas posarem como se fossem a Madre Tereza!!! Mostrar uma conduta que na verdade não tem? Este “Falso Moralismo” é a afetação de uma virtude, de um sentimento louvável que não se tem. Impostura, fingimento, simulação, falsidade e falsa devoção. Uma verdadeira hipocrisia. 

Caio Hostilio

TA FICANDO BONITA




Com intuito de fazer CULTURA de uma forma diferente, onde a mesma seja observada como jamais foi vista, o Governo de Diamantino está reformando a CASA MEMORIAL DOS VIAJANTES, numa parceria com a iniciativa privada, que doou as tintas, lâmpadas led etc. Aprefeitura entrou com a mão de obras, a reforma trará bem estar aos visitantes, e aos munícipes de Diamantino.

A Casa Memorial dos Viajantes  é um ponto de relevância do município.
Idealizada na antiga casa Canônica, construção de 1932 a 1933 realizada pelos jesuítas para servir de base ao trabalho de catequeses da Prelazia de Diamantino. A construção fica no centro histórico, e acervo contido na casa conta um pouco da nossa cidade, da historia nossa gente do nosso povo.







MARCHA PRA JESUS



Estive reunido com os pastores Sergio e Francisco Nijini ambos da PIB Diamantino, representantes dos demais Pastores o intuito da reunião foi a detalhes da 1ª MARCHA PARA JESUS, que ocorrera no dia 18/09 aqui em Diamantino. O evento terá atrações locais, Regionais e Nacionais.

NÃO RESISTI TIVE QUE COMENTAR



Sobre essas duas postagens do Presidente da Câmara Municipal de Diamantino, o vereador Edson Silva (Giripoca), o que tenho a comentar e só achar engraçado de tal situação.
Existe um projeto de Lei, enviado pelo Prefeito Eduardo Capistrano, que esta na Câmara engavetado desde o mês de Novembro de 2018, que trata da CRIAÇÃO DA SECRETARIA DE CULTURA E TURISMO, e até o momento não saiu da gaveta.
Fui uma das pessoas a usar a Tribuna da Câmara Municipal de Diamantino, para defender a tal criação.
E ouvi sinal negativo de vários edis que iremos publicar em momento oportunos, atribuindo desculpas esfarrapadas que criaram uma secretaria de Planejamento e bla bla bla bla....
O que me estranha, é que os mesmos que não querem a criação da tal secretaria, querem que o desenvolvimento aconteça......
Fiquei impressionado, com tal preocupação do desenvolvimento do turismo por parte do nobre vereador, quase chorei... 

quarta-feira, 10 de julho de 2019

QUASE TUDO PRONTO






Os preparativos, na Quadra da Praça Emanuel Pinheiro Primo andam de vento em polpa, tudo sobre os olhares do Secretario de Esportes Nenê, foram realizadas reformas nos banheiros, troca de alambrados e telas, tudo par receber os atletas que irão participar dos XVI JOGOS DE FERIAS no período e 16 a 27 de julho de 2019.

VEM AÍ XVI JOGOS DE FERIAS 2019





Os   JOGOS DE FÉRIAS, que acontecerão no período de   16  a 27 de julho de 2019, com 8 modalidades, Futsal (Masculino e Feminino), Futebol Society (Masculino e Feminino), Voleibol (Masculino e Feminino), Xadrez (Masculino e Feminino), Truco Espanhol (Masculino e Feminino), Handebol (masculino e Feminino), Basquete (Masculino e Feminino) e Atletismo (Masculino e Feminino).  O evento e uma realização a Prefeitura Municipal de Diamantino através da Secretaria Municipal de Esporte Lazer e Turismo, sobre a batuta do secretario Williomar  Siqueira, que vem realizando um excelente trabalho frente ao desporto da cidade. Serão distribuídos mais de R$ 5.000,00 em prêmios aos vencedores, mais troféus e medalhas.
Grande parte dos jogos acontecerá na Praça Emanuel Pinheiro Primo no bairro São Benedito, onde haverá Praça de Alimentação e sonorização todos os dias de jogos, além da referida praça o evento também acontecerá na Praça Francisco Ferreira Mendes no bairro da Ponte e no Estádio Batistão.