terça-feira, 29 de setembro de 2009

Polícia busca ladrões que feriram refém

Da Reportagem

A polícia ainda não tem pistas dos dois homens que trocaram tiros com policiais militares e provocaram a morte do motociclista Everaldo Batista de Souza e ainda atiraram na cabeça do engenheiro do Incra Henrique Vieira de Queiroz, de 53 anos. Os dois conseguiram escapar ao cerco realizado na estrada de acesso à Ponte de Ferro, entre Cuiabá e Chapada dos Guimarães. O confronto ocorreu na tarde de domingo, nas proximidades da Associação dos Oficiais (Assof).

Segundo policiais militares, o engenheiro foi sequestrado no sábado à noite em sua casa, em Diamantino (a 200 quilômetros da Capital). Ele estava com a porta da sala aberta e foi surpreendido pelos ladrões que o jogaram na sua Ecosport e seguiram para Cuiabá. Drogados, os criminosos faziam uma série de ameaças ao engenheiro, inclusive de jogá-lo do Portão do Inferno, no caminho para Chapada dos Guimarães.

Os ladrões seguiam em direção ao Portão e, ao chegar ao Jardim Vitória, o carro ficou sem combustível. Os bandidos obrigaram o engenheiro a assinar um cheque no valor de R$ 80. Ainda sem explicação, um dos bandidos sacou um revólver e atirou, atingindo a vítima na nuca e na cabeça.

Abandonada no bairro, a vítima conseguiu ajuda e foi levada ao Pronto-socorro de Cuiabá (PSC). De lá, foi transferida para o Hospital São Mateus.

Nesse ínterim, os bandidos conseguiram abastecer o carro e seguiram em direção à localidade da Ponte de Ferro, onde trocaram tiros com policiais militares. Conforme os PMs, eles foram avisados do roubo da Ecosport e, ao avistar um modelo com cor idêntica, tentaram fazer a abordagem, mas os bandidos fugiram.

“Nesse momento, uma motocicleta com dois ocupantes estava na estrada, que é de chão. A Ecosport estava em alta velocidade, um perigo para uma estrada sem asfalto. Então, bateram na moto”, explicou um policial.

No choque, o piloto da moto, Everaldo Batista de Souza, morreu no local. Carlos Ramos Nascimento, de 42, que estava na garupa, sofreu ferimentos leves. Everaldo saía da sede da Assof onde passou toda a tarde e voltava para casa.

Os ladrões abandonaram a Ecosport e fugiram no matagal. Até o helicóptero da PM ajudou nas buscas, mas não conseguiu localizar os criminosos. O assalto está sendo investigado pela Delegacia do Complexo do Coxipó. (AR0

www.diariodecuiaba.com.br

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

PROFESSOR TEM A CASA ASSALTADA 15 VEZES


KEITY ROMA
Da Reportagem

Na vida de quem virou rotina ser assaltado, uma dose de conformismo, combinada com remédios tarja-preta, é quase inevitável. Azar ou sina, nunca se saberá ao certo, aliados à crescente insegurança pública, fizeram do professor universitário federal Edward Bertolini, conhecido como “Vavá”, uma das maiores vítimas da violência urbana na Capital, ao menos em quantidade. A casa dele já foi invadida por ladrões nada menos que 15 vezes - cinco delas, somente este ano.

A fachada simples, disposta ao lado de residências bem mais sofisticadas do Jardim Califórnia, não parece ser o chamariz dos delinquentes. Vavá também não consegue explicar o que seria. Só neste mês de setembro ele já foi vítima de dois assaltos - um deles, o mais grave de todos que já enfrentou. Morar na casa que planejou e construiu na década de 80 para ser seu retiro virou uma saga.

“Esse mês já tive que comprar três celulares em virtude dos roubos”, contabiliza. Na longa jornada, a lista de substituições se estende a quatro televisões, aparelhos de som, laptops com teses de mestrado quase finalizadas, incontáveis eletrodomésticos, aliança, dinheiro, e, acredite se puder, roupas. Sabe-se lá se por um lapso de consciência ou como bônus, os documentos são deixados para o dono.

“Já chegaram de levar todo o meu guarda-roupa. Fiquei só com o que estava vestindo no corpo e tive que comprar tudo de novo. Pior que aconteceu mais de uma vez. Tenho medo de encontrar alguém na rua vestido de Vavá”, satiriza frisando o estilo singular de se vestir.

O assalto mais conturbado aconteceu há 12 dias, um domingo, às 20 horas. Vavá, o irmão J.B., que se recuperava de um acidente grave, e um hóspede da família estavam em casa quando dois ladrões armados pularam o muro e surpreenderam o professor na sala.

“Levaram eu e o hóspede para o quarto em que meu irmão estava. Amarraram nossos pés e mãos para trás e nos deitaram com a cara virada para o chão. A nossa sorte - ironicamente a gente ainda tem que se achar sortudo - foi não mexerem com meu irmão que estava de cama, com fraturas do acidente que sofreu dias antes”, desabafa.

Vavá não conseguiu contabilizar no relógio a eternidade que o assalto durou. Agressivos, os bandidos perguntavam pelo cofre – que ele não tem, queriam mais dinheiro – levaram R$ 300, carregaram dois laptops e dois celulares, mas se negaram a carregar a televisão, já defasada na concepção criminosa. “Deixa esse troço aí que é pesado demais”, repete Vavá a frase do ladrão.

“Foi o pior momento que vivi na vida. Aqueles homens me xingando, me chutando e ameaçando me matar. Sempre pegando coordenadas com mais alguém que estava do lado de fora da casa vigiando. Eles me perguntaram aonde estavam minhas coisas, que eu não tinha nada. Respondi: fui assaltado segunda, hoje é domingo, só tem seis dias”.

A série de assaltos começou no ano de 1987. Na década de 90, foram 10, em alguns, Vavá estava dormindo no quarto e não ouviu - só tomou conhecimento quando acordou. Em outros, estava trabalhando. Dia e noite não fazem diferença para bandidos, quase sempre silenciosos.

Das 15 vezes, 13 foram registradas em boletim de ocorrência. Nunca assaltantes que vitimaram Vavá foram presos ou os bens, recuperados. “Chegou um momento em que me assustei com meu conformismo. Quando roubavam alguma coisa eu já pensava: depois compro outro”.

O carioca, que nunca foi assaltado no Rio de Janeiro, hoje vive sem qualquer equipamento sofisticado e sem carro. Quase nunca leva dinheiro no bolso, carrega consigo apenas remédios do tratamento psiquiátrico que faz para superar os traumas da falta de sorte e de segurança.

Após rapto, bandidos em fuga atropelam e matam homem


Dois bandidos que raptaram, assaltaram e tentaram matar o engenheiro agrônomo do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) de Diamantino, Henrique Vieira de Queiroz Neto, 53 anos, na manhã de ontem, bateram em duas motos ao fugirem da perseguição da Polícia Militar. Com a colisão, Everaldo Batista de Souza morreu no local. Ele saía com a moto, uma Honda Broz 150 cc, da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa (Assalmat), no Osmar Cabral. Outra pessoa também ficou ferida com o acidente e foi encaminhada para o Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC) e passa bem.

Assim que bateu nas motos, a dupla abandonou a Ecosport e se embrenhou no mato. Até o fechamento desta edição, a Polícia Militar não havia localizado os bandidos. Foram utilizados três viaturas e o helicóptero da polícia na procura pela dupla.

A irmã da vítima atropelada lamentava a morte de Everaldo. “Ele estava saindo do clube, após um dia de descanso. Era um bom homem, trabalhador, não merecia isso”, foi tudo o que conseguiu dizer, chorando e tremendo muito, ainda em estado de choque.
Tentativa de homicídio

O engenheiro agrônomo do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) Henrique Vieira de Queiroz Neto, 53 anos, foi vítima de rapto, roubo e tentativa de assassinato na madrugada de domingo. Conforme as informações da Polícia Militar, dois bandidos invadiram a casa dele no centro de Diamantino (208 quilômetros de Cuiabá) durante a madrugada e levaram o agrônomo dentro do carro dele, um veículo Ecosport de placa KAM-8307, sentido a Cuiabá.

Como o combustível chegava ao fim, os ladrões obrigaram o agrônomo a assinar dois cheques, um de R$ 100 e outro de R$ 80; depois deram-lhe dois tiros, um na cabeça e outro no olho.

Assim que fugiram pensando ter matado Henrique, ele saiu buscando ajuda no bairro Jardim Vitória. O homem deu entrada no Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC), por volta das 7h50. Mais tarde foi transferido para um hospital particular de Cuiabá. Apesar do PSMC informar que a vítima foi transferida para o Hospital São Mateus, a unidade nega ter um paciente internado com este nome.

Informações extraoficiais são de que a vítima conhecia um dos seus agressores. Um deles seria filho de um funcionário da Prefeitura Municipal de Diamantino. Esta também não era a primeira vez que o agrônomo era vítima de ação semelhante, envolvendo rapto e assalto.


www.folhadoestado.com.br



Sequestro, perseguição e morte


Um sequestro iniciado no município de Diamantino (208 km a médio-norte de Cuiabá) terminou com 1 morte e 2 vítimas gravemente feridas na Capital no domingo. O óbito ocorreu no final do dia durante perseguição policial a veículo roubado por bandidos, a Ford Eco Sport preta placa KAM - 8307, na avenida Doutor Meireles, nas redondezas do bairro Osmar Cabral. A primeira vítima, não identificada até o fechamento desta edição, pilotava uma moto e foi atropelada pela Eco Sport. O garupa Carlos Ramos Nascimento, 42, foi levado em estado grave para o Hospital e Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá.

A terceira vítima é o engenheiro agrônomo Henrique Vieira de Queiroz, 53. Ao dar entrada no PSM, vítima de tentativa de homicídio, ele conseguiu contar aos policiais militares do box de emergência que foi sequestrado em casa, em Diamantino, por 2 homens aparentemente drogados, que o trouxeram para Cuiabá. Nas proximidades da Fundação Bradesco, no Jardim Vitória, os dois bandidos pararam o carro e obrigaram a vítima a assinar 2 cheques no valor de R$ 80. Em seguida, dispararam 2 tiros contra Queiroz, na cabeça e no olho e fugiram com o automóvel. Informações dão conta que o sequestro teria sido iniciado por volta das 23h.

Mesmo gravemente ferida, a vítima relatou aos policiais que, ao ser abandonada, saiu em busca de socorro. Um morador teria encontrado o engenheiro agrônomo e acionado o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que o levou ao pronto-socorro. Queiroz foi transferido para o Hospital São Matheus.

No período da tarde, em rondas pelo município, uma viatura da Polícia Militar encontrou a Eco Sport roubada, dando início a perseguição aos bandidos. Na fuga, eles atropelaram o motociclista e o garupa. Depois conseguiram fugir pelo matagal. No Hospital São Matheus, a atendente não informou o estado de saúde de Henrique. O carro foi apreendido pelos policiais do Cisc Coxipó.


www.gazetadigital.com.br

sábado, 26 de setembro de 2009

Honduras: um menino contra o golpe



Trago para vocês um vídeo impressionante.

Oscar David Montesinos, um menino de 10 anos, tornou-se um símbolo da resistência ao golpe que derrubou, há dois meses, o presidente constitucional de Honduras, Manuel Zelaya. Domingo passado, num show que reuniu milhares de pessoas em Tegucigalpa, capital do país, Oscar fez um discurso que é de deixar qualquer um de queixo caído, não apenas pelo conteúdo como pela capacidade oratória e carisma. Vê-se que não é um texto decorado e impressiona a articulação de sua fala.

Ele bate duro no presidente golpista Roberto Micheletti: “Micheletti que te vas, que te vas!”

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Onde estará o meu amor?




Como esta noite findará
E o sol então rebrilhará
Estou pensando em você...
Onde estará o meu amor?
Será que vela como eu?
Será que chama como eu?
Será que pergunta por mim?
Onde estará o meu amor?
Se a voz da noite responder
Onde estou eu, onde está você
Estamos cá dentro de nós
Sós...
Se a voz da noite silenciar
Raio de sol vai me levar
Raio de sol vai lhe trazer

Chico César Maria Bethânia Onde Estará Meu Amor?

Repassando...



2010 VEM AÍ. VAMOS ABRIR OS OLHOS E PRESTAR MAIS ATENÇÃO EM QUEM ESCOLHER PARA NOS REPRESENTAR.






Acervo histórico. Não deixe de repassá-lo. Estará prestando um serviço ao futuro desta nação!
Para você relembrar, se viveu, ou para conhecer um pouco da história recente da CORRUPÇÃO Ndo Brasil. Clic na frase e terá a informação.

(GUARDAR PARA LEMBRAR NAS URNAS) UM VERDADEIRO ACERVO HISTÓRICO

Progressão do aprendizado delitivo no eterno 'País do Futuro'.

Governo Ernesto Geisel ( 1974- 1979)

  1. Caso Wladimir Herzog
  2. Caso Manuel File Filho
  3. Caso Lutfala
  4. Caso Atalla
  5. Ângelo Calmon de Sá (ministro acusado de passar um gigantesco cheque Sem fundos)
  6. Lei Falcão (1976)
  7. Pacote de Abril (1977)
  8. Grandes Mordomias dos Ministros

Governo João Figueiredo (1979- 1985)

Governo Sarney ( 1985- 1990)

  1. CPI DA Corrupção
  2. Escândalo do Ministério das Comunicações (Grande número de concessões de rádios e TVs para políticos aliados ou não Ao Sarney. A concessão é em troca de cargos, votos ou apoio Ao presidente)
  3. Caso Chiarelli (Dossiê do Antônio Carlos Magalhães contra o senador Carlos Chiarelli ou 'Dossiê Chiarelli')
  4. Caso Imbraim Abi-Ackel
  5. Escândalo da Administração de Orestes Quécia
  6. Escândalo do Contrabando das Pedras Preciosas

Governo Fernando Collor (1990- 1992)

  1. Escândalo da Aprovação da Lei da Privatização das Estatais
  2. Programa Nacional de Desestatização
  3. Escândalo do INSS (ou Escândalo da Previdência Social)
  4. Escândalo do BCCI (ou caso Sérgio Corrêa da Costa)
  5. Escândalo da Ceme (Central de Medicamentos)
  6. Escândalo da LBA
  7. Esquema PP
  8. Esquema PC (Caso Collor)
  9. Escândalo da Eletronorte
  10. Escândalo do FGTS
  11. Escândalo da Ação Social
  12. Escândalo do BC
  13. Escândalo da Merenda
  14. Escândalo das Estatais
  15. Escândalo das Comunicações
  16. Escândalo da Vasp
  17. Escândalo do Fundo de Participação
  18. Escândalo do BB

Governo Itamar Franco ( 1992- 1995)

  1. Centro Federal de Inteligência (Criação da CFI para combater corrupção em todas as esferas do governo)
  2. Caso Edmundo Pinto
  3. Escândalo do DNOCS (Departamento Nacional de Obras contra a Seca) (ou caso Inocêncio Oliveira )
  4. Escândalo da IBF ( Indústria Brasileira de Formulários)
  5. Escândalo do INAMPS ( Instituto Nacional de Assistência Previdência Social)
  6. Irregularidades no Programa Nacional de Desestatização
  7. Caso Nilo Coelho
  8. Caso Eliseu Resende
  9. Caso Queiroz Galvão (em Pernambuco)
  10. Escândalo da Telemig (Minas Gerais)
  11. Jogo do Bicho (ou Caso Castor de Andrade) (no Rio de Janeiro)
  12. Caso Ney Maranhão
  13. Escândalo do Paubrasil (Paubrasil Engenharia e Montagens)
  14. Escândalo da Administração de Roberto Requião
  15. Escândalo da Cruz Vermelha Brasileira
  16. Caso José Carlos da Rocha Lima
  17. Escândalo da Colac (no Rio Grande do Sul)
  18. Escândalo da Fundação Padre Francisco de Assis Castro Monteiro (em Ibicuitinga, Ceará)
  19. Escândalo da Administração de Antônio Carlos Magalhães (Bahia)
  20. Escândalo da Administração de Jaime Campos (Mato Grosso)
  21. Escândalo da Administração de Roberto Requião (Paraná)
  22. Escândalo da Administração de Ottomar Pinto (em Roraima)
  23. Escândalo da Sudene de Pernambuco
  24. Escândalo da Prefeitura de Natal (no Rio Grande do Norte)
  25. CPI do Detran (em Santa Catarina)
  26. Caso Restaurante Gulliver (tentativa do governador Ronaldo Cunha Lima matar o governador antecessor Tarcísio Burity, por causa das denúncias de Irregularidades naSudene de Paraíba)
  27. CPI do Pó (em Paraíba)
  28. Escândalo da Estacom (em Tocantins)
  29. Escândalo do Orçamento da União (ou Escândalo dos Anões do Orçamento ou CPI do Orçamento)
  30. Compra e Venda dos Mandatos dos Deputados do PSD
  31. Caso Ricupero (também conhecido como 'Escândalo das Parabólicas').

Governo Fernando Henrique (1995- 2003)

  1. Escândalo do Sivam
  2. Escândalo da Pasta Rosa
  3. Escândalo da CONAN
  4. Escândalo da Administração de Paulo Maluf
  5. Escândalo do BNDES (verbas para socorrerem ex-estatais privatizadas)
  6. Escândalo da Telebrás
  7. Caso PC Farias
  8. Escândalo da Compra de Votos Para Emenda DA Reeleição
  9. Escândalo da Venda da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD)
  10. Escândalo da Previdência
  11. Escândalo da Administração do PT (primeira denúncia contra o Partido dos Trabalhadores desde a fundação em 1980, feito pelo militante do partido Paulo de Tarso Venceslau)
  12. Escândalo dos Precatórios
  13. Escândalo do Banestado
  14. Escândalo da Encol
  15. Escândalo da Mesbla
  16. Escândalo do Banespa
  17. Escândalo da Desvalorização do Real
  18. Escândalo dos Fiscais de São Paulo (ou Máfia dos Fiscais)
  19. Escândalo do Mappin
  20. Dossiê Cayman (ou Escândalo do Dossiê Cayman ou Escândalo do Dossiê Caribe)
  21. Escândalo dos Grampos Contra FHC e Aliados
  22. Escândalo do Judiciário
  23. Escândalo dos Bancos
  24. CPI do Narcotráfico
  25. CPI do Crime Organizado
  26. Escândalo de Corrupção dos Ministros no Governo FHC
  27. Escândalo da Banda Podre
  28. Escândalo dos Medicamentos
  29. Quebra do Monopólio do Petróleo (criação DA ANP)
  30. Escândalo da Transbrasil
  31. Escândalo da Pane DDD do Sistema Telefônico Privatizado (o 'Caladão')
  32. Escândalo dos Desvios de Verbas do TRT-SP (Caso Nicolau dos Santos Neto , o 'Lalau')
  33. Escândalo da Administração da Roseana Sarney (Maranhão)
  34. Corrupção na Prefeitura de São Paulo (ou Caso Celso Pitta)
  35. Escândalo da Sudam
  36. Escândalo da Sudene
  37. Escândalo do Banpará
  38. Escândalo da Quebra do Sigilo do Painel do Senado
  39. Escândalos no Senado em 2001
  40. Escândalo da Administração de Mão Santa (Piauí)
  41. Caso Lunus (ou Caso Roseana Sarney )
  42. Acidentes Ambientais da Petrobrás
  43. Abuso de Medidas Provisórias (5.491)
  44. Escândalo do Abafamento das CPIs no Governo do FHC

e agora...

Uma pequena AMOSTRA do Governo Lula

CALMA... Vai ter muito mais!!!

  1. Caso Pinheiro Landim
  2. Caso Celso Daniel
  3. Caso Toninho do PT
  4. Escândalo dos Grampos Contra Políticos da Bahia
  5. Escândalo do Proprinoduto (também conhecido como Caso Rodrigo Silveirinha )
  6. CPI do Banestado
  7. Escândalo da Suposta Ligação do PT com o MST
  8. Escândalo da Suposta Ligação do PT com a FARC
  9. Privatização das Estatais no Primeiro Ano do Governo Lula
  10. Escândalo dos Gastos Públicos dos Ministros
  11. Irregularidades do Fome Zero
  12. Escândalo do DNIT (envolvendo os ministros Anderson Adauto e Sérgio Pimentel)
  13. Escândalo do Ministério do Trabalho
  14. Licitação Para a Compra de Gêneros Básicos
  15. Caso Agnelo Queiroz (O ministro recebeu diárias do COB para os Jogos Panamericanos)
  16. Escândalo do Ministério dos Esportes (Uso da estrutura do ministério para organizar a festa de aniversário do ministro Agnelo Queizoz)
  17. Operação Anaconda
  18. Escândalo dos Gafanhotos (ou Máfia dos Gafanhotos)
  19. Caso José Eduardo Dutra
  20. Escândalo dos Frangos (em Roraima)
  21. Várias Aberturas de Licitações da Presidência da República Para a Compra de Artigos de Luxo
  22. Escândalo da Norospar (Associação Beneficente de Saúde do Noroeste do Paraná)
  23. Expulsão dos Políticos do PT
  24. Escândalo dos Bingos (Primeira grave crise política do governo Lula) (ou Caso Waldomiro Diniz)
  25. Lei de Responsabilidade Fiscal (Recuos do governo federal da LRF)
  26. Escândalo da ONG Ágora
  27. Escândalo dos Corpos (Licitação do Governo Federal para a compra de 750 copos de cristal para vinho, champagne, licor e whisky)
  28. Caso Henrique Meirelles
  29. Caso Luiz Augusto Candiota (Diretor de Política Monetária do BC, é acusado de movimentar as contas no exterior e demitido por não explicar a movimentação)
  30. Caso Cássio Caseb
  31. Caso Kroll
  32. Conselho Federal de Jornalismo
  33. Escândalo dos Vampiros
  34. Escândalo das Fotos de Herzog
  35. Uso dos Ministros dos Assessores em Campanha Eleitoral de 2004
  36. Escândalo do PTB (Oferecimento do PT para ter apoio do PTB em troca de cargos, material de campanha e R$ 150 mil reais a cada deputado)
  37. Caso Antônio Celso Cipriani
  38. Irregularidades na Bolsa-Escola
  39. Caso Flamarion Portela
  40. Irregularidades na Bolsa-Família
  41. Escândalo de Cartões de Crédito Corporativos da Presidência
  42. Irregularidades do Programa Restaurante Popular (Projeto de restaurantes populares beneficia prefeituras administradas pelo PT)
  43. Abuso de Medidas Provisórias no Governo Lula entre 2003 e 2004 (mais de 300)
  44. Escândalo dos Correios (Segunda grave crise política do governo Lula. Também conhecido como Caso Maurício Marinho)
  45. Escândalo do IRB
  46. Escândalo da Novadata
  47. Escândalo da Usina de Itaipu
  48. Escândalo das Furnas
  49. Escândalo do Mensalão (Terceira grave crise política do governo. Também conhecido como Mensalão)
  50. Escândalo do Leão & Leão (República de Ribeirão Preto ou Máfia do Lixo ou Caso Leão & Leão)
  51. Escândalo da Secom
  52. Esquema de Corrupção no Diretório Nacional do PT
  53. Escândalo do Brasil Telecom (também conhecido como Escândalo do Portugal Telecom ou Escândalo da Itália Telecom)
  54. Escândalo da CPEM
  55. Escândalo da SEBRAE (ou Caso Paulo Okamotto)
  56. Caso Marka/FonteCindam
  57. Escândalo dos Dólares na Cueca
  58. Escândalo do Banco Santos
  59. Escândalo Daniel Dantas - Grupo Opportunity (ou Caso Daniel Dantas)
  60. Escândalo da Interbrazil
  61. Caso Toninho da Barcelona
  62. Escândalo da Gamecorp-Telemar (ou Caso Lulinha)
  63. Caso dos Dólares de Cuba
  64. Doação de Roupas da Lu Alckmin
  65. Doação de Terninhos de Marísa da Silva
  66. Escândalo da Nossa Caixa
  67. Escândalo da Quebra do Sigilo Bancário do Caseiro Francenildo (Quarta grave crise política do governo Lula. Também conhecido como Caso Francenildo Santos Costa)
  68. Escândalo das Cartilhas do PT
  69. Escândalo do Banco BMG (Empréstimos para aposentados)
  70. Escândalo do Proer
  71. Escândalo dos Fundos de Pensão
  72. Escândalo dos Grampos na Abin
  73. Escândalo do Foro de São Paulo
  74. Esquema do Plano Safra Legal (Máfia dos Cupins)
  75. Escândalo do Mensalinho
  76. Escândalo das Vendas de Madeira da Amazônia (ou Escândalo Ministério do Meio Ambiente).
  77. 69 CPIs Abafadas pelo Geraldo Alckmin (em São Paulo)
  78. Escândalo de Corrupção dos Ministros no Governo Lula
  79. Crise da Varig
  80. Escândalo das Sanguessugas (Quinta grave crise política do governo Lula. Inicialmente conhecida como Operação Sanguessuga e Escândalo das Ambulâncias)
  81. Escândalo dos Gastos de Combustíveis dos Deputados
  82. CPI da Imigração Ilegal
  83. CPI do Tráfico de Armas
  84. Escândalo da Suposta Ligação do PT com o PCC
  85. Escândalo da Suposta Ligação do PT com o MLST
  86. Operação Confraria
  87. Operação Dominó
  88. Operação Saúva
  89. Escândalo do Vazamento de Informações da Operação Mão-de-Obra
  90. Escândalo dos Funcionários Federais Empregados que não Trabalhavam
  91. Mensalinho nas Prefeituras do Estado de São Paulo
  92. Escândalo dos Grampos no TSE
  93. Escândalo do Dossiê (Sexta grave crise política do governo Lula)
  94. ONG Unitrabalho
  95. Escândalo da Renascer em Cristo
  96. CPI das ONGs
  97. Operação Testamento
  98. CPI do Apagão Aéreo ( Câmara dos Deputados)
99. Operação Hurricane (também conhecida Operação Furacão )
100. Operação Navalha
101. Operação Xeque-Mate
102. Escândalo da Venda da Varig

Abaixo lista de políticos com ficha criminal - DIVULGUEM

Essa é para guardar.. E distribuir ao máximo!

EM QUEM NÃO VOTAR, CONHECE ALGUM??????
1- ABELARDO LUPION Deputado PFL-PR Sonegação Fiscal
2 -ADEMIR PRATES Deputado PDT-MG Falsidade Ideológica
3 -AELTON FREITAS Senador PL-MG Crime de Responsabilidade e Estelionato
4 -AIRTON ROVEDA Deputado PPS-PR Peculato
5 -ALBÉRICO FILHO Deputado PMDB-MA Apropriação Indébita
6 -ALCESTE ALMEIDA Deputado PTB-RR Peculato e Formação de Quadrilha, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
7 -ALEX CANZIANI Deputado PTB-PR Peculato
8 -ALMEIDA DE JESUS Deputado PL-CE Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
9 -ALMIR MOURA Deputado PFL-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
10 -AMAURI GASQUES Deputado PL-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
11 -ANDRÉ ZACHAROW Deputado PMDB-PR Improbidade Administrativa
12 -ANÍBAL GOMES Deputado PMDB-CE Improbidade Administrativa
13 -ANTERO PAES DE BARROS Senador PSDB-MT Improbidade Administrativa e Formação de Quadrilha
14 -ANTÔNIO CARLOS PANNUNZIO Deputado PSDB-SP Crime de Responsabilidade
15- ANTÔNIO JOAQUIM Deputado PSDB-MA Improbidade Administrativa
16 -BENEDITO DE LIRA Deputado PP-AL Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
17- BENEDITO DIAS Deputado PP-AP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
18 -BENJAMIN MARANHÃO Deputado PMDB-PB Crime Eleitoral
19 -BISPO WANDERVAL Deputado PL-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
20 -CABO JÚLIO (JÚLIO CÉSAR GOMES DOS SANTOS) Deputado PMDB-MG Crime Militar, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
21 -CARLOS ALBERTO LERÉIA Deputado PSDB-GO Lesão Corporal
22 -CELSO RUSSOMANNO Deputado PP-SP Crime Eleitoral, Peculato e Agressão
23 -CHICO DA PRINCESA (FRANCISCO OCTÁVIO BECKERT) Deputado PL-PR Crime Eleitoral
24 -CIRO NOGUEIRA Deputado PP-PI Crime Contra a Ordem Tributária e Prevaricação
25 -CLEONÂNCIO FONSECA Deputado PP-SE Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
26- CLÓVIS FECURY Deputado PFL-MA Crime Contra a Ordem Tributária
27 -CORIALANO SALES Deputado PFL-BA Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
28 -DARCÍSIO PERONDI Deputado PMDB-RS Improbidade Administrativa
29 -DAVI ALCOLUMBRE Deputado PFL-AP Corrupção Ativa
30- DILCEU SPERAFICO Deputado PP-PR Apropriação Indébita
31 -DOUTOR HELENO Deputado PSC-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
32 -EDSON ANDRINO Deputado PMDB-SC Crime de Responsabilidade
33 -EDUARDO AZEREDO Senador PSDB-MG Improbidade Administrativa
34 -EDUARDO GOMES Deputado PSDB-TO Crime Eleitoral, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
35 -EDUARDO SEABRA Deputado PTB-AP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
36 -ELIMAR MÁXIMO DAMASCENO Deputado PRONA-SP Falsidade Ideológica
37 -EDIR DE OLIVEIRA Deputado PTB-RS Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
38- EDNA MACEDO Deputado PTB-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
39- ELAINE COSTA Deputada PTB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
40 -ELISEU PADILHA Deputado PMDB-RS Corrupção Passiva
41- ENIVALDO RIBEIRO Deputado PP-PB Crime Contra a Ordem Tributária, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
42 -ÉRICO RIBEIRO Deputado PP-RS Crime Contra a Ordem Tributária e Apropriação Indébita
43 -FERNANDO ESTIMA Deputado PPS-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
44 -FERNANDO GONÇALVES Deputado PTB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
45 -GARIBALDI ALVES Senador PMDB-RN Crime Eleitoral
46 -GIACOBO (FERNANDO LUCIO GIACOBO) Deputado PL-PR Crime Contra a Ordem Tributária e Seqüestro.