quarta-feira, 9 de junho de 2010

COLETÂNEA DE NOTICIAS

Cuiabل, 09 de junho de 2010.

A Gazeta

Sintep/MT protocoliza novo pedido de audiência
08/06/2010 14:34

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Pْblico de Mato Grosso (Sintep/MT) protocolizou, novamente, na tarde de hoje (08), pedido de audiência com o governador do Estado, Silval Barbosa. Desta vez, o documento foi entregue à secretلria de Estado de Educaçمo, Rosa Neide Sandes de Almeida.
O principal objetivo é reivindicar a destinaçمo de 25% do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) para a Educaçمo, como determina a Constituiçمo Federal.


Prêmio de Gestمo Escolar dobra n؛ de participantes
08/06/2010 16:54

O Prêmio Nacional de Referência em Gestمo Escolar (ano base 2009) terل 100% a mais de inscritos este ano em Mato Grosso. No ano passado, 44 escolas participaram da promoçمo. Foram recebidos 88 dossiês pelo Comitê Estadual do prêmio. O dossiê contém diversas informaçُes sobre o processo de autoavaliaçمo da escola. Ele é o documento de participaçمo na disputa.
Das 88 unidade escolares, 72 sمo Escolas Estaduais e 16 Municipais. O Comitê do prêmio em Mato Grosso se reْne todas as terças-feiras, pela manhم, na sala de reuniُes da Secretaria de Estado de Educaçمo (Seduc). No momento, o cronograma de atividades prevê a distribuiçمo e anلlise dos dossiês. Nesta terça-feira (08) o comitê realizou a 5؛ reuniمo.
No dia 27 de julho estل programada a seleçمo das escolas finalistas de Mato Grosso e a que serل escolhida para a competiçمo nacional.


Ensino pْblico terل 14؛ salلrio
09/06/2010
Priscilla Mazenotti
Brasيlia-ABr

A Comissمo de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou projeto que estabelece o 14؛ salلrio aos professores da rede pْblica de ensino. O projeto, de autoria do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), estabelece o pagamento aos professores que elevarem o حndice de Desenvolvimento da Educaçمo Bلsica (Ideb) de sua escola em pelo menos 50% e àqueles cuja escola apresente média seis no Ideb. Nesses casos, o pagamento serل automلtico. O Ideb, criado em 2005, mede a qualidade do ensino oferecido pelas escolas pْblicas com base na nota da Prova Brasil e dos يndices de reprovaçمo.
"Se apenas 1% das redes escolares municipais tem escore acima de seis e nenhuma rede estadual consegue atingir essa pontuaçمo, é provلvel que serمo poucos os docentes a serem agraciados com a nova verba salarial", argumentou o relator, senador Valdir Raupp (PMDB-RO). Mas, segundo ele, pode-se, com isso, fazer uma estimativa otimista de que o pagamento poderل alavancar os resultados do Ideb.
O Ideb atribui uma nota para cada escola, assim como para as redes municipal e estadual, que precisam cumprir metas bienais para melhorar seus يndices. Também é estabelecida uma média nacional, que em 2007 foi de 4,2 pontos em uma escala de 0 a 10. A meta do Ministério da Educaçمo é que o paيs atinga a nota 6 até 2022. A matéria segue, agora, para a Comissمo de Assuntos Sociais.

O Documento


Sintep quer debater com Silval aplicaçمo do IR na educaçمo de MT
08/06/2010 - 14h35
Da Assessoria

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Pْblico de Mato Grosso (Sintep/MT) protocolizou, novamente, na tarde de hoje (08), pedido de audiência com o governador do Estado, Silval Barbosa. Desta vez, o documento foi entregue à secretلria de Estado de Educaçمo, Rosa Neide Sandes de Almeida.
O principal objetivo é reivindicar a destinaçمo de 25% do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) para a Educaçمo, como determina a Constituiçمo Federal. “Queremos para a Educaçمo o que é dela por direito”, frisou o presidente do Sintep/MT, Gilmar Soares Ferreira. A justificativa para a nمo aplicaçمo encontra-se no Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT). "No que podemos chamar de uma das maiores aberraçُes jurيdicas, os conselheiros emitiram um acَrdمo (n° 1.098) que desobriga o governo a repassar este percentual para a Educaçمo", explicou.
De acordo com estudos realizados pela entidade, se o governo de Mato Grosso aplicasse esse percentual na pasta, o Piso Salarial Profissional Nacional (PSPN) jل poderia ser corrigido. "Na verdade, o piso de R$ 1.312,00 que nَs reivindicamos estل dentro do que a Lei 11.738/08 determina quanto ao reajuste, que deve ocorrer todo o mês de janeiro". No ano passado, aproximadamente R$ 70 milhُes foram sonegados da Educaçمo pela gestمo do entمo governador, Blairo Maggi.
Outros recursos - Além do IRRF, a categoria cobra os recursos oriundos das polيticas de isençمo fiscal e compensaçمo de dيvidas. “Este cenلrio econômico retira investimentos essenciais para a Educaçمo", acrescentou Gilmar Soares. O presidente do Sintep/MT destacou ainda que a Constituiçمo Estadual determina que os percentuais da Educaçمo devem ficar de fora das polيticas de isençمo e renْncia fiscal. Segundo ele, a ineficiência nos mecanismos de fiscalizaçمo da arrecadaçمo dos tributos estaduais contribui para prلticas irregulares.
Além disso, os profissionais da educaçمo vمo cobrar o repasse direto à conta da Educaçمo de todos os recursos da pasta; divulgaçمo dos resultados do concurso pْblico e posse imediata dos aprovados; e hora-atividade para professores interinos.
Repَrter News

Sintep/MT protocoliza novo pedido de audiência com governador
08/06/2010
16h33m

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Pْblico de Mato Grosso (Sintep/MT) protocolizou, novamente, na tarde de hoje (08), pedido de audiência com o governador do Estado, Silval Barbosa. Desta vez, o documento foi entregue à secretلria de Estado de Educaçمo, Rosa Neide Sandes de Almeida.
O principal objetivo é reivindicar a destinaçمo de 25% do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) para a Educaçمo, como determina a Constituiçمo Federal. “Queremos para a Educaçمo o que é dela por direito”, frisou o presidente do Sintep/MT, Gilmar Soares Ferreira. A justificativa para a nمo aplicaçمo encontra-se no Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT). "No que podemos chamar de uma das maiores aberraçُes jurيdicas, os conselheiros emitiram um acَrdمo (n° 1.098) que desobriga o governo a repassar este percentual para a Educaçمo", explicou.
De acordo com estudos realizados pela entidade, se o governo de Mato Grosso aplicasse esse percentual na pasta, o Piso Salarial Profissional Nacional (PSPN) jل poderia ser corrigido. "Na verdade, o piso de R$ 1.312,00 que nَs reivindicamos estل dentro do que a Lei 11.738/08 determina quanto ao reajuste, que deve ocorrer todo o mês de janeiro". No ano passado, aproximadamente R$ 70 milhُes foram sonegados da Educaçمo pela gestمo do entمo governador, Blairo Maggi.
Outros recursos - Além do IRRF, a categoria cobra os recursos oriundos das polيticas de isençمo fiscal e compensaçمo de dيvidas. “Este cenلrio econômico retira investimentos essenciais para a Educaçمo", acrescentou Gilmar Soares. O presidente do Sintep/MT destacou ainda que a Constituiçمo Estadual determina que os percentuais da Educaçمo devem ficar de fora das polيticas de isençمo e renْncia fiscal. Segundo ele, a ineficiência nos mecanismos de fiscalizaçمo da arrecadaçمo dos tributos estaduais contribui para prلticas irregulares.
Além disso, os profissionais da educaçمo vمo cobrar o repasse direto à conta da Educaçمo de todos os recursos da pasta; divulgaçمo dos resultados do concurso pْblico e posse imediata dos aprovados; e hora-atividade para professores interinos.

Fonte: Pau e Prosa Comunicaçمo


Sَ Notيcias

Sorriso: prefeito entrega 320 computadores para escolas municipais
09 de Junho de 2010 - 10:14
Fonte: Assessoria

Com o compromisso de equipar os laboratَrios de informلtica das escolas municipais com no mيnimo 20 computadores ainda este ano, o prefeito Chicمo Bedin e a secretلria de Educaçمo, Avanice Zanatta, entregaram, no ginلsio Flor do Cerrado, ontem, 320 computadores para os alunos, professores e diretores. 266 sمo do programa Proinfo, através de convênio Federal e 54 adquiridos com recursos prَprios do municيpio. Sem contar a aquisiçمo de 320 nobreaks e a readequaçمo dos laboratَrios.
Para a diretora da escola Joمo Paulo Papa II, Olga Mazzei, que recebeu 20 computadores, a substituiçمo das mلquinas era uma necessidade. "Os poucos computadores que tيnhamos, jل nمo auxiliavam no processo educativo, e sim dificultavam, porque eram muito velhos. Mas agora acreditamos que além de ajudar os nossos alunos, os novos computadores também vمo facilitar o trabalho dos professores."
O presidente da APM da escola Vila Bela, Valdivino Padilha, que acompanhou o diretor na solenidade, também estل comemorando. Pai de três dos alunos da escola, ele sabe que agora os filhos terمo acesso a computadores de qualidade. "Eu conhecia o laboratَrio de informلtica antigo. Eram computadores velhos que viviam mais quebrados do que funcionando. Agora com esses computadores novos, os alunos até se animam mais em aprender." De acordo com a secretلria Avanice Zanatta, a administraçمo municipal esta promovendo uma modernizaçمo nas unidades escolares de Sorriso. "Nَs sabemos o quanto isso vai ajudar no desenvolvimento dos nossos alunos, o quanto isso vai abrir novos caminhos para eles, proporcionando novos conhecimentos, via internet, via pesquisa. ة isso que nَs queremos para as nossas crianças, a melhor educaçمo."
Para o prefeito Chicمo Bedin, mais do que assumir um compromisso o importante é cumpri-lo e com qualidade. "Todos os computadores que estamos entregando hoje sمo computadores novos com boa potencia e devem ter a durabilidade de no mيnimo cinco anos.", disse o prefeito completando ainda que em breve serمo adquiridos ainda mais computadores. "Terيamos até o fim do ano para cumprir este compromisso, mas antecipamos porque nos preocupamos com a educaçمo de nossas crianças, assim eles poderمo usufruir do novo laboratَrio ainda neste primeiro semestre. "


Sinop: professores devem cadastrar livros que usarمo nos prَximos 3 anos
08 de Junho de 2010 - 15:03


Fonte: Assessoria

Os professores da rede municipal de Sinop deverمo relacionar, entre o prَximo dia 21 até 4 de julho, no site do Ministério da Educaçمo, no Portal do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educaçمo (FNDE), os livros didلticos com que pretendem trabalhar a partir do ano que vem até 2013. O material serل para as disciplinas de Lيngua Portuguesa, Matemلtica, Histَria, Geografia, Ciências, Lيngua Estrangeira Moderna - Inglês e Espanhol.
A açمo integra o Programa Nacional do Livro Didلtico (PNDL), do MEC, destinado a prover as escolas de educaçمo bلsica pْblica das redes federal, estadual, municipal e do Distrito Federal de obras didلticas, pedagَgicas e literلrias, bem como de outros materiais de apoio à prلtica educativa de forma regular e gratuita.
Conforme a Secretaria de Educaçمo, em Sinop receberمo os livros didلticos alunos do 6؛ ao 9؛ ano do ensino fundamental. O programa prevê a melhoria do processo de ensino e aprendizagem nas escolas pْblicas, garantia de padrمo de qualidade do material de apoio à prلtica educativa utilizado nas escolas pْblicas; democratizaçمo do acesso às fontes de informaçمo e cultura, fomento à leitura e o estيmulo à atitude investigativa dos alunos e apoio à atualizaçمo e ao desenvolvimento profissional do professor.
Os livros didلticos serمo escolhidos pelas escolas, de acordo com os procedimentos estabelecidos pelo Ministério da Educaçمo e em resoluçُes do FNDE. Jل os dicionلrios e materiais de apoio à prلtica educativa serمo selecionados pelo prَprio MEC.
Para cada componente curricular os professores de cada escola poderمo escolher duas opçُes, de editoras diferentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDE O SEU COMENTÁRIO!

O BLOG DO PROFESSOR ODEMAR MENDES não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. Se você se sentir ofendido pelo conteúdo de algum comentário dirigido a sua pessoa, entre em contato conosco pelo e-mail odemarmendes@hotmail.com