segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Juiz áproveita a visita de ministro e determina afastamento de prefeito

 

DSC08221

O juiz da 7ª Zona Eleitoral de Diamantino, Luiz Fernando Voto Kirche, determinou o afastamento do prefeito Erival Capistrano (PDT), que será notificado sobre a decisão somente na quarta (3), após o feriado prolongado. O curioso é que a sentença do magistrado foi dada neste final de semana, justamente no período em que o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, estava na cidade, que é seu domicílio eleitoral.

   A família de Mendes tentou emplacar o nome de Juviano Lincoln na Prefeitura de Diamantino em 2008, mas Capistrano saiu vencedor no embate. Depois disso, não faltaram manobras para que o pedetista perdesse o cargo. Ele teve o mandato cassado pela primeira vez em março de 2009, apenas dois meses após ser empossado, sob a acusação de irregularidades em doações na campanha. O grupo de Lincoln, que conta com o apoio do ex-prefeito Chico Mendes, irmão de Gilmar Mendes, ingressou com uma representação contra o pedetista, que culminou em sua cassação.

   Capistrano reverteu a decisão e voltou ao cargo em 23 de junho, quando o TRE acatou, por unanimidade, um recurso impetrado pelo PDT. O então presidente Evandro Stábile suspendeu, em 18 de agosto, por meio de uma medida cautelar, os efeitos da decisão do Pleno. Assim, Lincoln reassumiu o cargo. Stábile foi afastado do comando do TRE sob a acusação de encabeçar um esquema de venda de sentenças no Estado. O desembargador Rui Ramos assumiu o posto e, numa decisão polêmica, derrubou a liminar do antecessor e reconduziu Capistrano ao cargo.

 

fonte – www.rdenws.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDE O SEU COMENTÁRIO!

O BLOG DO PROFESSOR ODEMAR MENDES não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. Se você se sentir ofendido pelo conteúdo de algum comentário dirigido a sua pessoa, entre em contato conosco pelo e-mail odemarmendes@hotmail.com