sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Seduc aguarda matrículas para convocar professores aprovados


A secretária estadual de Educação Rosa Neide Sandes assegura que está aguardando apenas o fim das matrículas da rede estadual, previsto para o próximo dia 20, para fazer uma nova convocação dos professores aprovados no último concurso público. De acordo com ela, a espera é necessária para avaliar quantos profissionais serão necessários para dar suporte às escolas neste ano letivo. "Em alguns lugares o número de vagas pode ter ampliado ou encolhido, por isso, estamos aguardando o final das matrículas", explica.
Apesar do edital do concurso ter ofertado cerca de 3 mil vagas para o cargo de professor, na primeira convocação, realizada na última segunda (3), a Seduc chamou apenas 1.389 aprovados. O fato gerou revolta e preocupação daqueles que participaram do certame, já que as aulas estão previstas para ter início no dia 14 de fevereiro e o processo de seleção é válido até a primeira metade de 2012.
Sandes explica que, de acordo com a legislação, cada professor tem que ter uma jornada de trabalho de no mínimo 20 horas/aula por semana, caso contrário o Estado não pode convocá-lo. Com o fim do período de matrículas ela espera poder fazer um cálculo de quantos profissionais cada cidade precisará para cobrir todas as turmas. Além disso, a secretária lembra que muitos convocados não chegam a tomar posse, porque desistem ou não conseguem reunir a documentação necessária. "Neste caso poderemos chamar mais profissionais", pondera.
Atualmente, a Seduc conta com um quadro de 12 mil professores dos quais apenas 5,7 mil são efetivos. A secretária argumenta que o alto índice de contratos se deve também ao fato da Seduc ser obrigada a preencher vagas com baixa carga horária. Isso ocorre, por exemplo, em escolas da zona rural que tem um número reduzido de alunos. "Tem professores que dão apenas uma aula. É o que chamamos de carga horária fragmentada", explica.
A nova convocação da Seduc está prevista para ocorrer ainda no final de janeiro. Os profissionais que não tiveram o seu nome inserido na lista de nomeados, devem ser chamados apenas em junho, durante as férias escolares, ou em dezembro. A medida é adotada para que os alunos não precisem trocar de professor no meio do semestre letivo e, dessa forma, não prejudicar o andamento das aulas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDE O SEU COMENTÁRIO!

O BLOG DO PROFESSOR ODEMAR MENDES não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. Se você se sentir ofendido pelo conteúdo de algum comentário dirigido a sua pessoa, entre em contato conosco pelo e-mail odemarmendes@hotmail.com