sábado, 25 de fevereiro de 2012

Tartaruga não sobe em árvore




Ulysses Guimarães foi quem inventou a teoria da tartaruga que aparece no alto de uma árvore ou, pelo menos, foi quem a popularizou. Como as tartarugas não têm essa capacidade, se uma delas está lá em cima é porque uma força exterior agiu para colocá-lo lá. No popular diz-se que foi a mão de gente ou enchente.
Estamos no primeiro semestre de 2012 e o que já tem de tartaruga em árvore não é brincadeira. Eu digo a você eleitor, não foi enchente e sim mão de gente. O grande debate para as eleições de 2012 será "tartaruga com ética e moral".
A vulgarização das eleições chega a dar nojo. Os candidatos majoritários e os proporcionais são de um despreparo de dar pena. Estão se lançando pela simples vaidade. Outros por serem abastados financeiramente. Tudo isso porque neste país não precisa ter proposta ou programa de governo, basta ter dinheiro.
Os políticos transformaram a política em sinônimo de malandragem. Diamantino vem sofrendo há décadas com essas tartarugas. Elas já têm até refrão: “Eu amo Diamantino”, ou “Considero um Diamantinense” ou “Quero ver essa cidade Crescer, e por isso quero governar”.
Um dos maiores TSUNAMI que passou pela prefeitura de Diamantino foi o Prefeito. Ele era do tipo apaixonado. "Amo Diamantino, por isso quero ser prefeito desta cidade", garantia.
Essa Tartaruga foi o responsável pelo maior desgoverno que essa Cidade já teve. Pautado na mentira, que não conhece sequer todos os bairros da cidade.
O pior é que até agora só alguma Tartaruga de algum partido se manifesta contra a administração desse “Prefeito”. Outros estão todos fazendo parte da governabilidade da atual gestão, mas qual será o preço dela?
Com o aproximar das eleições, as demais tartarugas aparecem com discursos de oposição ao “Prefeito”. Isso só depois de mamarem que nem baleia no peito de cabra. Tudo com o apoio da maioria dos seus eleitores, aqueles mesmos cabos eleitorais investido de poderes legais dados pelas Tartarugas.
A falta de ética desse TRE, aliás, e algo inexplicável. Têm Tartaruga que pode contratar 2.000 mil cabos eleitorais, enquanto outros não têm condições de contratar 20. Parece até que querem gozar da inteligência dos eleitores. Que moral esses senhores têm de julgar as Tartarugas por compra de votos? São eles que transformam o processo eleitoral em "pão é circo".
Quando chega tempo de eleição baixa o espírito do "Zé Promessa" em todas as Tartarugas. Eu prometo isso, eu prometo aquilo e muito "Zé Mané" acredita.
Temos que priorizar o debate em 2012, pautando as eleições pela ética e a moral, pois estes são os maiores valores do homem livre. Ambos significam respeitar e venerar a vida. O homem, com seu livre arbítrio, podem formar ou destruir o meio em que vive. Ou apóia a natureza e suas criaturas, ou subjuga tudo que pode dominar e, assim, se torna do bem ou do mal.
É por isso que os conceitos de ética e moral se formam numa mesma realidade. Em Diamantino, um exemplo claro foi à administração da Tartaruga. A pergunta que não pode calar é: qual será a justificativa do candidato Tartaruga de seu partido? Será que ele fará frente ao desastre provocado por este TSUNAMI?



Adaptação do texto escrito por Dejair Soares; é publicitário e jornalista em Cuiabá - dejairsoares@terra.com.br.

enviado pelo vereador EDEVALDO ALVES - O JABUTI




Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDE O SEU COMENTÁRIO!

O BLOG DO PROFESSOR ODEMAR MENDES não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. Se você se sentir ofendido pelo conteúdo de algum comentário dirigido a sua pessoa, entre em contato conosco pelo e-mail odemarmendes@hotmail.com