segunda-feira, 5 de março de 2012

QUANDO A TELEVISÃO SE MOSTRA VERDADEIRAMENTE ÚTIL


De modo geral, considero as telenovelas chatas, embora seja incontestável sua força de décadas no cotidiano e no imaginário do povo brasileiro, o que contribuiu para formar gostos, visões, além, claro, de entreter, o que é o objetivo central. Acompanhar uma telenovela desliga a pessoa do mundo e dos problemas. O problema é quando a coisa cai de qualidade como é o caso da atual novela das 21h, a tal da “Fina Estampa”, onde basta ver uns dois capítulos pra entender como a Globo está utilizando mal o horário nobre (se é nobre, deveria passar algo que enobrecesse a alma do cidadão, afinal TV é concessão pública mediante a utilidade que se vai proporcionar ao povo ― em tese).
De todo modo é tabu falar de telenovela, pois é tabu falar de televisão, embora estejamos tratando de algo “onipresente”, uma indústria que gera uma enormidade de dinheiro e que, não fosse a invenção de uma praga a que chamamos “celebridade”, seria o palco apenas de pessoas com verdadeiro talento e real contribuição.
Mas precisamos falar sobre esses assuntos e de maneira diferente, enxergando- lhes o potencial educativo e mobilizador. Como exemplo de programação válida (e ainda na Globo) citamos o “Bem Estar”, um programa sobre saúde e qualidade de vida, bem apresentado, didático, útil, leve e constante, num horário bom, pela manhã. Quantas pessoas estão modificando suas rotinas e melhorando suas vidas por conta das conversas e explicações que vêem em tal programa? Muitas, creio eu!
Sobre telenovelas, quem sabe com algo como “A Vida da Gente” a Globo esteja recuperando uma positividade, visto que, por outro lado, seu telejornalismo é profundamente tendencioso? Esta novela terminou por esses dias e pode-se dizer de um roteiro bem elaborado, uma história de vida interessante, sem besteiras ou invencionices. Acho que esse é um dos caminhos saudáveis para a teledramaturgia da Globo.
E o público entende quando a coisa tem qualidade. Quero acreditar nisso. Falta opinar (reclamar) sobre o que não tem e provocar as mudanças necessárias. Por exemplo: quem aprecia um cara como o apresentador Faustão? Fala sério!
Vem aí uma telenovela que segue um “filão” descoberto pela Rede Globo até com certo atraso, no caso os assuntos com temática espírita (Kardecista). Chama-se a história de ”Amor Eterno Amor” e começa na próxima segunda (5 de março). A própria Federação Espírita Brasileira (FEB) divulgou em seu boletim eletrônico.
Seguindo a linha de “A Viagem”, “Alma Gêmea” e “Escrito nas Estrelas”, sem falar nos filmes produzidos nos últimos anos, “Amor Eterno Amor” ratifica uma realidade no Brasil: existem milhões de pessoas que seguem o Espiritismo ou simplesmente o encontram vez outra nalguma necessidade. Há ainda as que, mesmo freqüentando, por exemplo, o Catolicismo, acreditam na idéia reencarnacionista a partir do exposto na obra de Allan Kardec. E o Espiritismo não cerceia ninguém em relação a isso, visto sua essência de tolerância, caridade e paciência (frutos do constante aperfeiçoamento da tal “reforma interior” que essencial se faz a quem segue esse caminho).
De modo geral, quanto à telenovela “Amor Eterno Amor”, importa ao público uma história bem contada. Em primeiro lugar vem isso de curtir uma programação que ative a imaginação e o sentimento. De modo específico, há na trama situações que tem a ver com a Doutrina Espírita e isso deixa muita gente curiosa e sem saber muito bem ao certo sobre determinados assuntos. Por isso, tenho uma dica: comece a ler O LIVRO DOS ESPÍRITOS.
Para se converter a algo, a uma outra crença que não é a tua? Não! É pra você adquirir conhecimento e poder conversar com mais segurança sobre os assuntos, até porque criticar ou condenar algo pelo fato de que “seu fulano” condena e diz que não presta é uma atitude de quem não ousou conhecer para, assim, produzir o próprio raciocínio. Concorda?
Sem maiores compromissos, leia o livro! Só isso. Pronto! Fica a dica. Dessa maneira, mais que entreter-se você estará aprendendo sobre a vida humana e sobre muitos valores que hoje estão em falta nas nossas convivências.

Beleza?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDE O SEU COMENTÁRIO!

O BLOG DO PROFESSOR ODEMAR MENDES não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. Se você se sentir ofendido pelo conteúdo de algum comentário dirigido a sua pessoa, entre em contato conosco pelo e-mail odemarmendes@hotmail.com