sábado, 28 de abril de 2012

HOJE TEM CAVALGADA.....


CAVALGADA JAJÁ MARAVILHA
PONTO DE PARTIDA - AO LADO DO GINÁSIO DARCY CAPISTRANO
BAIRRO - BURITI
HORÁRIO - 14:00 H
PONTO DE CHEGADA - ASTORDA

ONTEM EU PENSAVA ASSIM, HOJE EU PENSO...



Dias atrás conversando com uma pessoa, que participou de uma reunião na Secretaria de Ação Social, o assunto em pauta era para tratar do CRAS.
Mas de repente sem mais sem menos a   Secretária de Ação Social, do nada disse que os professores não iriam receber aumento, pois já ganham muito bem, e andam muito mal vestidos, com camisas de propagandas.
Fiquei horrorizado com o comentário, pois a pauta da referida reunião não era para tratar de  maneiras de se portar e nem perante os padrões de moda que a sociedade impõe.
Cá comigo em meus botões, as roupas que cada um usa, depende muito do seu estilo de vida.
O que nos deixa indignado é com o comentário que nós recebemos muito bem.
Pergunto: recebemos muito bem o que?
Desrespeito?
Talvez essa seja a palavra mais adequada, que os Profissionais da Educação da Rede Municipal de Ensino passam nesse momento. 
O Piso dos Profissionais da Educação não é respeitado nesta cidade. A lei 11.738/2008 não é cumprida.
Após muitas reflexões me veio a mente.
Há muito tempo atrás em outras gestões, essa mesma senhora que hoje ocupa o cargo de Secretaria de Ação Social, era militante do SINTEP, ia a reuniões, fazia cobranças e até dizia sempre isso:
___O dinheiro da Educação está indo para o ralo.
Após assumir o cargo, o discurso mudou hoje ela acha que o salário do Profissional da Educação está ótimo.
Agora eu me pergunto se naquela época o dinheiro da Educação ia para o ralo, como ela dizia.
Agora vai pra onde?

MENSAGEM


REFLEXÃO


BOM DIA!


quarta-feira, 25 de abril de 2012

COMUNICADO DO SINTEP

SAIU O VÍDEO DO CONCURSO MISS NOVA MUTUM 2012

PANFLETOS NA CIDADE


Começaram novamente os panfletos na cidade....
Vi ontem um panfleto que corre na cidade com denúncias de várias irregularidades do governo JUVIANO LINCOLN.
O panfleto é assinado por um tal de,  ANDERSON XAVIER DOS SANTOS (Eleitor doente por Diamantino), lógico que esse nome é fictício?
Dizem que antes de sair pela cidade, ele foi endereçados a todos os vereadores de Diamantino.
As denúncias que esse cidadão ou cidadã fez é verídica??????
Cabe investigação??????


DENUNCIE

ANIVERSÁRIO DE NOBRES

REFLEXÃO

BOM DIA.

terça-feira, 24 de abril de 2012

PORTARIA PARA ARTICULADOR

Mato Grosso , 24 de Abril de 2012 • Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso • ANO VII  - Nº 1455


GABINETE DO PREFEITO



PORTARIA Nº 027/2012/SMEC

Dispõe sobre os critérios para atribuição do Professor Articulador das Unidades Escolares da Rede Municipal de Ensino.



O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA, no uso de suas atribuições legais e, considerando a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional nº. 9.394/96;

Considerando as Resoluções do Conselho Nacional de Educação e do Conselho Estadual de Educação de Mato Grosso que regulamentam as etapas e modalidades da Educação Básica;

Considerando a necessidade de definir critérios para atribuição de classes e/ou aulas nas funções de professor articulador.



RESOLVE:




Art. 1º Determinar que compete à Equipe Gestora, ao Conselho Deliberativo da Comunidade Escolar e Assessoria Pedagógica a organização do processo de seleção e atribuição de classes e/ou aulas para as funções de professor articulador da aprendizagem nas unidades escolares.

Art. 2º O candidato para assumir a função de professor articulador da aprendizagem deverá ser conhecedor das atribuições elencadas no Anexo I dessa Portaria. Nas escolas inseridas no Programa Mais Educação, não haverá professor articulador.

Art. 3º Para candidatar-se à função de professor articulador da aprendizagem, o docente deverá apresentar sua proposta à coordenação da escola, conforme perfil estabelecido nos parágrafos a seguir:

§ 1º - para a função de professor articulador da aprendizagem o candidato deverá:

I - ser professor efetivo ou estabilizado, com jornada de trabalho de 30

horas/semanais, com disponibilidade de tempo para atendimento no período matutino e vespertino

II - ter formação em Licenciatura Plena em Pedagogia;

III – ter experiência docente em alfabetização nos últimos 02 anos;

IV - elaborar projeto de proposta de apoio à aprendizagem dos alunos com desafios de aprendizagem;

§ 2º - A organização do trabalho da Articulação da Aprendizagem se dará de maneira a atender todos os alunos com desafios de aprendizagens considerando: o I Ciclo e o II Ciclo, de acordo com a organização da escola.

§ 3º A escola deverá se organizar pedagogicamente para o atendimento desses alunos seguindo as orientações da proposta político pedagógica da escola organizada por Ciclos de Formação Humana.

§ 4º O articulador atenderá todos os alunos que apresentarem desafios de aprendizagem independente do ciclo em que ele estiver matriculado, conforme organização da escola.

Art. 4º Para assegurar o direito de a unidade escolar ter professor articulador da aprendizagem, a equipe gestora deverá disponibilizar sala de aula, não sendo possível utilizar outros ambientes para esse trabalho.

Art. 5º A escola deverá formar uma comissão que será composta pela equipe gestora, pelo Conselho Deliberativo da Comunidade Escolar e Assessoria Pedagógica, que terá como atribuição:

I. Analisar o perfil do candidato;

II. Avaliar o projeto apresentado pelo candidato;

III. Apresentar o resultado da avaliação para que o corpo docente escolha do profissional que exercerá a função de professor articulador da aprendizagem em caso de 02 (dois) ou mais candidatos.

Art. 6º O processo de atribuição para função de professor articulador da aprendizagem deverá acontecer até o final deste bimestre que será concluído no dia 28/04 (vinte e oito de abril de dois mil e doze).

Art.7º Caberá à Secretaria Municipal de Educação e Cultura, acompanhar o cumprimento desta Portaria, bem como resolver os casos omissos.

Art. 8º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos legais a partir do ano letivo de 2012, revogadas as disposições em contrário.



Diamantino, 23 de abril de 2012



NILVO PEDRO LANZA


Secretário Municipal de Educação e Cultura




ANEXO I


PROFESSOR ARTICULADOR DA APRENDIZAGEM


FUNÇÃO:

Contribuir com a construção, reflexão e execução do Projeto Político Pedagógico em todas as suas dimensões (projeto Sala do Educador, reuniões pedagógicas, entre outros);

• Atender, conforme projeto de articulação construída pela escola, os alunos com desafios de aprendizagem, utilizando estratégias pedagógicas complementares, proporcionando vivências formativas cidadãs integradas às atividades desenvolvidas pelo Professor Regente;

• Receber do professor regente o relatório individual dos alunos a serem atendidos pelo projeto de articulação, identificar o perfil de aprendizagem, considerando o estágio de desenvolvimento de cada aluno;

• Elaborar com o coordenador pedagógico no coletivo de professores do ciclo o plano de atendimento aos alunos com desafios de aprendizagem ou em processo de superação (quando houver sala de superação);

• Participar com o coletivo da escola dos momentos de avaliação (conselho de classe) dos alunos atendidos pelo projeto de articulação, bem como da socialização do processo de aprendizagem aos pais e/ou responsáveis;

• Construir com o professor regente um plano de intervenção pedagógica que contemple a especificidade de cada aluno, identificando estratégias eficiente para potencializar as aprendizagens nas diferentes áreas de conhecimento;

• Promover a aprendizagem de todos os alunos atendidos pelo projeto da articulação por meio do uso de estratégias variadas de ensino-aprendizagem;

• Organizar pedagogicamente o tempo e o espaço escolar no sentido de assegurar os processos de aprendizagem dos alunos a serem atendidos pelo projeto de articulação, considerando o estágio de desenvolvimento dos alunos para o atendimento;

• Investigar/avaliar e registrar continuamente as medidas adotadas durante o processo de desenvolvimento dos alunos atendidos pela articulação;

• Encaminhar ao professor regente o relatório descritivo das situações de aprendizagens dos estudantes atendidos, relatando as medidas adotadas, destacando os avanços no processo de desenvolvimento e superação dos desafios iniciais e/ou avanços no processo formativo no ciclo ou de um ciclo para o outro;

• Emitir relatório descritivo final do perfil de aprendizagem, bem como das medidas dotadas que foram eficientes para superar os desafios de aprendizagem dos alunos que não necessitam mais de medidas de apoio pedagógico da articulação;

• Fazer da avaliação uma ferramenta pedagógica para realizar intervenções focadas na aprendizagem.



Publicado por:

Juçara Ramos Magalhães

Código Identificador:9F9D286A

TÁ NO JORNAL DA AMM

Mato Grosso , 24 de Abril de 2012 • Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso • ANO VII  - Nº 1455


REUNIÃO DO CONSEG

TÁ NO FACE


No facebook do Diretorio do Partido dos Trabalhadroes de Diamantino contrapõe todas as Obras que o prefeito de Diamantino está fazendo propaganda, na postagem é bem claro que as OBRAS QUE SERÃO REALIZADAS, SÃO COM RECURSOS FEDERAIS.

SDCOMP 2012



SDCOMP 2012 – A maior semana de tecnologia de Diamantino e região.


Palestras com especialistas, doutores e mestres , com uma linguagem simples e descomplicada.

Data: 23 a 27 de abril


Local: FID - Faculdades Integradas de Diamantino


Certificado de 40 horas.


A partir das 19:00 horas.

INFORMAÇÕES sobre Valores, cronograma, palestrantes : www.fidedu.com.br\sdcomp ou (65) 3336-1133.

REFLEXÃO DO DIA.

BOM DIA.

MENSAGEM

segunda-feira, 23 de abril de 2012

O PISO É LEI...

REUNIÃO NA CASTORINA PARA A COMISSÃO, DIRETORES E COORDENADORES

REUNIÕ PARA A DIRETORIA DO SINTEP




O SINTEP CONVOCA A SUA DIRETORIA PARA UMA IMPORTANTE REUNIÃO:

DIA - 23/04/2012
LOCAL - E.M. "CASTORINA SABO MENDES"
HORÁRIO - 17 H
ASSUNTO - JANTAR DO SINTEP


DIRETORIA DO SINTEP SUBSEDE DE DIAMANTINO – MT – (2009/2012)



Presidente – LUIZA FÁTIMA DA SILVA DUARTE
Vice-presidente – DONATA GLORINHA FERREIRA
Secretario Geral – ODEMAR MENDES
Secretária de Finanças – DIRCE CARRIS
Secretária de Infra Estrutura Sindical – MARIA APª MARTINS
Secretaria de Políticas Educacionais – CÉLIA BARBARA
Secretária de Comunicação – LUCINDA PRAXEDES
Secretária de Funcionários da Educação – FÁTIMA APª DA SILVA
Secretaria Redes Municipais – EDITH VANNI
Secretaria de Políticas Sociais – OSVALDO RODRIGUES
Secretaria de Assuntos Jurídicos Legislativos – CEZAR AUGUSTO e GANIA TEREZINHA
Secretaria de Seguridade Social – ALTAIR PEREIRA DE BARROS
Secretaria da Cultura – JACILDA SIQUEIRA
Secretaria de Administração Sindical – ROSIDETE NEVES
Secretaria de Organização e Formação e Articulação – LAUDELINA DIAS

REFLEXÃO DO DIA;

BOM DIA CIDADE, BOA SEGUNDONA.

sábado, 21 de abril de 2012

MISS NOVA MUTUM 2012

Bruna Meess Miss Nova Mutum 2012



A acadêmica de Ciências Contábeis, Bruna Samanta Mees, 18 anos, foi eleita, ontem à noite, Miss Nova Mutum 2012, o evento aconteceu no TERRAÇO CASARIM.
 Agora, ela vai representar Nova Mutum no Miss Mato Grosso, que será realizado no dia 26 de maio, em Sinop.
As candidatas ao título de Miss Nova Mutum que desfilaram a sua beleza na passarela do evento foram:

  • BIANCA LETICIA DOS SANTOS,
  • LARISSA RAMOS MARTINEZ,
  • PALOMA DE CARVALHO ORO,
  • CARLA DAINELA PANCERA,
  • BRUNA SAMANTHA MEES,
  • SUZY PESSOA BIANCHEZZI,
  • DANIELE LINE TEIXEIRA DA SILVA,
  • ADRIELY LIMA,
O evento teve a Coordenação Geral do promoter WILSON PINHEIRO, a locução do evento foi do amigo EDSON DE JESUS, animando toda a galera este o DJ Joylson, de Cuiabá.
Fizeram parte da mesa julgadora do eventos as seguintes personalidades;
  • ADRIANA GIEQUELIN - POSTOS BEM BRASIL
  • ADRIANA PIVETA - LIBERTY
  • ALEXANDRE SAITO - SUPERMERCADOS SAITO
  • FERNANDA BASSANI - DELL MORO
  • FREDERICK FERRERIA MELO - HANGAR
  • LETICIA FREITAS - QUALLYVIDA
  • POLIANA CHAVES - GRUPO ARINOS
  • MONICA HUPPES - MISS NOVA MUTUM 2009
  • NILCEIA GARCIA - GRUPO MÉTODO
  • VANUZA MORETO - O BOTICÁRIO
  • DAYANE DENKEWISK - LOLITA
  • CALUDIO ORO - UNINOVA
  • LUIZ SERGIO - ODONTÓLOGO
  • MONICA PIAZZA - ORIGANL FASHION
  • LIANE ZANQUE - ODONTÓLOGO

O jurados da capital do estado não estiveram presentes devido a compromissos pariculares. ( Warner Willon, Valdomiro Arruda , Fernando Baracat, Messias Bruxo e Edson Guilherme).
Gostariamos de justificar também a nossa ausência ao evento, tivemos compromissos extra e ficamos impossibilitados de  sentarmos a mesa julgadora, agradeço imensamente o convite.

Foto Só Noticias, Agitos Mutum

Mensagem

Matricular crianças com menos de seis anos na escola é uma violência, afirmam especialistas.

Decisão judicial autoriza o ingresso de crianças no 1º ano mediante uma avaliação
Bianca Bibiano, do R7


Para especialistas, no ensino fundamental a criança não tem tempo para brincar, desenhar e viver as experiências que só a pré-escola e a creche proporcionam
Na última semana, uma decisão judicial causou polêmica entre pais, educadores e especialistas de educação infantil.
De acordo com a liminar do juiz federal Claudio Kitner, da 2ª Vara da Justiça Federal em Pernambuco, crianças menores de seis anos podem cursar a primeira série do ensino fundamental, desde que comprovada a sua capacidade intelectual por meio de uma avaliação psicopedagógica feita pela escola.
Para especialistas, a decisão pode causar prejuízos para o desenvolvimento da criança que, antes dos seis anos, não está pronta para se adaptar à estrutura escolar do ensino fundamental.
Beatriz Gouveia, especialista em educação infantil e coordenadora de projetos do Instituto Avisa Lá, em São Paulo, defende que os pequenos precisam de espaço e tempo adequado para se desenvolver.

— Inseri-los no ensino fundamental é uma violência, porque o sistema é focado na alfabetização e não é feito para os pequenos. No 1º ano, eles não terão chance de brincar, desenhar e viver as experiências que só a pré-escola e a creche proporcionam.

Em sua decisão, o juiz Kitner acatou o argumento do procurador da República Anástacio Nóbrega Tahim Júnior, de que as regras do CNE (Conselho Nacional de Educação) "ferem o princípio da isonomia, já que não consideram as peculiaridades de cada criança" e destacou que as resoluções anteriores "maculam a dignidade da pessoa humana, ao obrigar crianças que não se incluam na faixa etária definida no critério das destacadas resoluções a repetirem de ano, obstando o acesso ao ensino fundamental, nível de ensino mais elevado, ainda que seja capacitado para o novo aprendizado".
Entretanto, nesta sexta-feira (20), o MEC (Ministério da Educação), afirmou que vai recorrer da decisão por meio da AGU (Advocacia-Geral da União).
Para Andrea Rapoport, doutora em psicologia e autora do livro A Criança de 6 Anos no Ensino Fundamental, a decisão de adiantar a escolaridade da criança não pode se basear apenas no desenvolvimento intelectual, ou seja, na sua capacidade de assimilar os conteúdos escolares, como ler e escrever.

— É claro que existem crianças que aprendem mais rápido. Mas isso não significa que elas estejam emocionalmente prontas para ficarem sentadas na sala de aula aprendendo a escrever. Essa decisão fere os princípios da infância.

Andrea acredita que muitos pais não reconhecem a importância da infância e consideram um benefício ter os filhos na escola antes do tempo.

— Se a criança entrar na escola antes do tempo, também terá que fazer o vestibular antes e, consequentemente, precisará decidir seu futuro ainda no ápice da adolescência. Isso pode resultar em adultos despreparados, que foram colocados muito cedo em uma dinâmica competitiva.
Para Regina Scarpa, especialista em alfabetização e coordenadora da Fundação Victor Civita, a avaliação de aprendizagem proposta pelo juiz para que as crianças entrem na escola pode dar margem a fraudes.
— Um parecer de psicopedagogo sobre o nível cognitivo da criança é muito subjetivo e dá margem a irregularidades na própria avaliação, que pode ser mal formulada para que a criança entre na escola antes do tempo.

FONTE - www.R7.com.br


OLHOS NELES....

REFLEXÕ DO DIA.

BOM DIA DIAMANTINO.....

sexta-feira, 20 de abril de 2012

LIBERDADE DE EXPRESSÃO - Texto para Reflexão




O direito à liberdade de expressão garante a qualquer indivíduo a possibilidade de se manifestar, de buscar e receber informações e idéias de todos os tipos, independentemente da intervenção de terceiros. Isto pode ocorrer oralmente, de forma escrita, através da arte ou de qualquer meio de comunicação.
Com a criação da Organização das Nações Unidas, o direito à liberdade de expressão passou a ser compreendido como base para a consolidação dos regimes democráticos e a efetivação de outros direitos humanos e liberdades fundamentais. Desde então, o direito à liberdade de expressão é garantido por padrões e tratados internacionais e reconhecido por diversos países nas suas legislações domésticas.
Tais documentos buscam estabelecer princípios para a liberdade de expressão, de forma que a garantia de livre manifestação e circulação de idéias e opiniões possa ser exercida pelos mais variados grupos – étnicos, religiosos, sociais, etc. – e não entre em conflito com os demais direitos humanos.
A liberdade de expressão não é um direito absoluto, mas sua restrição deve estar baseada em parâmetros bastante claros e estritos. Portanto, é necessário definir o são restrições legítimas, em contraponto àquelas que caracterizam abuso de poder e ilegalidade.
A liberdade de expressão é um direito humano e deve ser interpretado num contexto de direitos humanos. Neste sentido, lembramos as observações de um professor da área:
“Assim, quando numa discussão reivindicamos um interesse ou um valor que nos diz respeito, como a integridade física, que é protegida por um direito, esta reivindicação deve prevalecer sobre outros valores ou interesses que não são protegidos por direitos.
Por exemplo: reduzir os gastos do Estado pode ser um objetivo ou um interesse legítimo do governo, mas isto não pode ser feito fechando escolas ou deixando de pagar professores, pois o governo tem um dever de prestar este serviço, o que decorre do direito que todas as crianças e jovens têm à educação. ... Não se busca aqui argumentar que os direitos, em geral, sejam absolutos, que prevaleçam sobre todos os outros interesses; por outro lado deve-se destacar que muitas vezes os direitos encontram-se em tensão uns com os outros.
Essa definição de direitos, além de nos auxiliar a compreender o papel dos direitos como fundamento para a ação individual e coletiva, também nos permite solucionar conflitos entre direitos. Se adotássemos uma definição mecânica, em que direitos impõe deveres diretamente, ficaria difícil explicar porque, na prática, muitas vezes os sujeitos de direitos vêem seus direitos legitimamente limitados pelos direitos dos outros.
Se tenho direito a plena liberdade de expressão, como justificar que este direito possa ser restringido, se pela minha definição mecânica, todas as outras pessoas se encontram obrigadas automaticamente a respeitar tal liberdade? Caso razões como a integridade moral de outras pessoas ou mesmo a segurança da coletividade possam ser legitimamente invocadas para restringir o meu direito à liberdade de expressão, a linguagem dos direitos como fonte geradora de deveres, ficaria absolutamente destituída de sentido.
Porém se adotarmos uma definição de direito que não seja mecânica, mas que transforme as pretensões articuladas por intermédio da linguagem dos direitos, em razões prioritárias, razões com pretensão de superioridade, então poderemos entender porque em face de outras razões também importantes, em determinadas circunstâncias, nossos direitos são algumas vezes obrigados a se conciliar com razões adversas.”
Mas como verificar se, em um caso concreto, a liberdade de expressão está sendo legitimamente limitada?

Propomos a adoção de alguns parâmetros:

 
- Nenhuma autoridade pode limitar a liberdade de expressão de forma arbitrária.

- A restrição deve ser embasada em princípios internacionais que prevêem casos nos quais a restrição à liberdade de expressão será legítima.

- A restrição deve estar relacionada a objetivos legítimos, listados na lei, como preservação da privacidade, segurança nacional, segurança pública ou individual, eficiência e integridade dos processos de tomada de decisão do governo, etc.

- A informação sujeita a restrição deve causar graves prejuízos aos objetivos listados na lei.

- O prejuízo ao objetivo em questão deve ser maior do que o interesse público em ter a informação divulgada. Ou seja, mesmo que a informação se enquadre nos princípios anteriores, ela deve ser aberta ao público se os benefícios dessa publicação forem superiores aos prejuízos.

- A restrição deve ser proporcional e relacionada ao objetivo inicialmente pretendido.

- As restrições devem ser não-discriminatórias, ou seja, as autoridades não podem fazer uso das restrições para silenciar um grupo político ou social.
Desde a transição para o regime democrático, o Brasil garantiu o direito à liberdade de expressão em sua Constituição Federal, além de reconhecer tratados internacionais relativos ao tema. Apesar disso, alguns avanços em temas específicos são necessários para que a liberdade de expressão se consolide plenamente, como por exemplo em questões como a regulamentação do setor de radiodifusão, a liberdade de imprensa e a democratização do acesso aos meios de comunicação.


Justiça libera em todo o país matrícula no ensino fundamental de crianças de menos de seis anos


Do UOL, em São Paulo.


A Justiça Federal em Pernambuco estendeu para todo o país a decisão que autoriza a matrícula de estudantes menores de seis anos no ensino fundamental mesmo que eles não tenham completado a idade até 31 de março. A data havia sido estabelecida em 2010 pelo CNE (Conselho Nacional de Educação).
A decisão foi tomada na última sexta-feira (13), durante o julgamento do mérito de uma liminar que começou a tramitar no ano passado. O juiz federal Claudio Kitner, da 2ª Vara Federal de Pernambuco, determinou que a União avise as secretarias de ensino sobre a decisão em até 30 dias, sob pena de multa.
O MEC (Ministério da Educação) já havia recorrido da liminar em novembro do ano passado, mas o juiz rejeitou os argumentos. A ideia do CNE, que é um órgão vinculado ao ministério, era de uniformizar o ingresso dos alunos no ensino fundamental, já que cada rede de ensino tinha o seu padrão. No entanto, por não ser um órgão deliberativo, a determinação do conselho tem efeitos meramente de sugestão.
O ministério afirmou, no começo da noite desta quarta (18), que ainda não foi notificado da decisão.

CURIOSIDADES



O IRAQUE GUARDA ALGUNS DOS MAIORES TESOUROS ARQUEOLÓGICO DO PLANETA

• 3.100 A.C. Considerada o berço da civilização humana, a Mesopotâmia viveu seu auge durante a Era do Bronze.

• 332 A.C. Alexandre, o Grande, conquista o território, então parte do Império Persa, e indica breve período de dominação grega.

• Ano 226 Depois de sangrentas guerras contra os romanos, os persas retomam o controle da região, que dura até o século VII.

• 1980-1990 Após chegar ao poder no Iraque, Saddam Hussein manda drenar as margens dos rios Tigres e Eufrates. Sítios arqueológicos emergem.

• 2011 Depois de 20 anos, arqueólogos estrangeiros voltam a ter acesso à região e buscam indícios das primeiras cidades erguidas pelo homem.

• A Capital do Piauí, Teresina ganhou este nome em homenagem à Imperatriz do Brasil Dona Teresa Cristina.

• O Sol da meia-noite é um fenômeno que acontece nas proximidades polares, em que o sol não se põe em menos de 24 horas.

• O Brasil foi o segundo País do mundo a emitir selos. Em 1843, por determinação de D. Pedro II, começou a circular o ''olho de boi. ''

• A maior ilha fluvial do mundo é a ilha do Bananal, no Rio Araguaia, em Goiás, com cerca de 20 mil km de área.

• Em 1565, Estácio de Sá transforma o povoado localizado na enseada de Botafogo, em São Sebastião do Rio de Janeiro.

• O Tecido Nylon foi assim batizado em homenagem a New York e London.


MENSAGEM

REFLEXÃO

BOM DIA...

quinta-feira, 19 de abril de 2012

COMUNICADO DA JUSTIÇA ELEITORAL




7ª ZONA ELEITORAL DE DIAMANTINO COMUNICA À POPULAÇÃO DE ALTO PARAGUAI, QUE SERÃO REALIZADOS MUTIRÕES NA ZONA RURAL PARA ALISTAMENTO, TRANSFERÊNCIAS E REVISÕES DOS TITULOS DE ELEITOR NOS SEGUINTES DIAS:



- DIA 23/04 – NA ESCOLA MUNICIPAL DA EMA PARA ATENDER OS ELEITORES DA REFERIDA LOCALIDADE.

- DIA 25/04 – NA ESCOLA NOVA ESPERANCA EM AGUA SANTA.

- DIA 27/04 – NA ESCOLA BRIGADEIRO EDUARDO GOMES EM CAPAO VERDE.



AINDA, INFORMAMOS QUE SERÁ FORNECIDO PELA PREFEITURA ÔNIBUS QUE ESTARÁ À SERVIÇO DA JUSTIÇA ELEITORAL, PARA TRANSPORTAR OS ELEITORES DAS COMUNIDADES DE 21 DE ABRIL, CAJU E PROXIMIDADES PARA A ESCOLA DA COMUNIDADE DE ÁGUA SANTA NO DIA 25/04.E DA COMUNIDADE DE TIRA SENTIDO E PROXIMIDADES PARA A ESCOLA DO DISTRITO CAPÃO VERDE NO DIA 27/04, TENDO EM VISTA VIABILIZAR O ACESSO DOS MORADORES DESSAS REGIÕES AOS MUTIRÕES.


Camile da Silva Genro
Servidora Legalmente Requisitada do TRE-MT
Cartório da 07ª Zona Eleitoral
do Estado de Mato Grosso
Fone/Fax - 65 3336 1911/2260











ACREDITE NESSE PODER...

DIA DO INDIO.


RESPEITE O, ELES SÃO BRASIL....

SINTEP FAZ ASSEMBLEIA GERAL HOJE



O sindicato dos Trabalhadores do ensino Público Subsede de Diamantino, estará realizando na noite de hoje uma ASSEMBLEIA GERAL no CEFAPRO.

Onde irá tratar dos seguintes assuntos:


• Informes Gerais

• Eleições Gerais do SINTEP/MT – 2012;

• Repasse das deliberações do Conselho de Representantes e Assembleia Geral dos dias 14 e 15/04.

• Negociação Salarial e Pauta de Negociação da Rede Estadual (OF. nº 038/SEGER/SINTEP-MT) e Resposta do Governo (OF. nº 687/2012/GS/SEDUC-MT)

• Negociação Salarial e Pauta de Negociação da Rede Municipal e Andamento das Negociações com o prefeito Juviano Lincoln.

• Convênios firmados com as empresas/Subsede.

• Filiações/Desconto Sindical.

• Outros

A Assembleia Geral contará com a presença da Professora Miriam Botelho, Diretora Regional do POLO MÉDIO NORTE II, que compõe os municípios de:

1-DIAMANTINO

2-ALTO PARAGUAI

3-SÃO JOSÉ DO RIO CLARO

4-NOVA MUTUM

5-SANTA RITA DO TRIVELATO

6-NOVA MARINGÁ

7-ROSÁRIO OESTE

8-NOBRRES

A líder Regional estará auxiliando a SUBSEDE, a buscarem uma solução entre os números do prefeito JUVINO LINCOLN e SINTEP.
Haja visto que o prefeito quer pagar o PISO de 1.451,00, da seguinte forma, o gestor quer fazer a seguinte matemática: 1.451,00 divide pela JORNADA de 40 hs, e MULTIPLICANDO pela JORNADA  de 30 hs que efetivará num aumento de R$ 15,75.

REFLEXÃO DO DIA.

MENSAGEM

BOM DIA.