terça-feira, 26 de junho de 2012

QUEM TORTURA NÃO DESEJA A JUSTIÇA, MAS O CASTIGO PELO PRAZER DE CASTIGAR!


Este instrumento de tortura é o "pau de arara"


Nada justifica a tortura de seres humanos ou de outros seres, todos certamente sensíveis à dor, que é física e é também psicológica. O trauma de ser seviciado por alguém, sem condições de reagir, é uma situação horrível, ainda mais se esse alguém representa o Estado, uma ideologia, algo que sugere a melhoria do ser humano, a ordem, a lei, a evolução.
Não importa se a sociedade é a democracia capitalista mais liberal ou o regime comunista de outrora, que em certos países desvirtuou a idéia primitiva do bem comum entre os homens e torturou, calou e exterminou, o que podemos concluir hoje e sempre é que a tortura é uma prática que finda com os direitos, com as verdadeiras conquistas sociais e humanas, enfim, com a idéia de uma sociedade que, mesmo que falha ― e o será sempre, pois que humana ―, deseja seguir os parâmetros da justiça e da democracia.
Desde que acreditemos na justiça e dela façamos uso, precisando ainda aperfeiçoar seus mecanismos, não podemos defender a tortura nem para os nossos piores inimigos! A tortura desfigura não apenas o torturado, mas a face e a alma da sociedade que lhe defende como a uma bonança, uma necessidade, o que ela não é.
Agora, leia algo muito interessante sobre os rumos que a vida engendra! E procure refletir sobre o que realmente precisamos no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDE O SEU COMENTÁRIO!

O BLOG DO PROFESSOR ODEMAR MENDES não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. Se você se sentir ofendido pelo conteúdo de algum comentário dirigido a sua pessoa, entre em contato conosco pelo e-mail odemarmendes@hotmail.com