segunda-feira, 9 de julho de 2012

ELEIÇÕES 2012: QUEM VAI? QUEM FICA?




A teimosia é uma espécie de perseverança meio sem razão e isso parece mover o desejo do prefeito Juviano Lincoln em levar adiante seu plano de candidatar-se a prefeito de Diamantino nas eleições de 2012. Possuidor de uma impopularidade inegável (à sua revelia, claro), Lincoln nem por um momento descansou do ano passado pra cá na tentativa de unir o grupo em torno de sua proposta, sem sucesso obviamente, como vemos no desenrolar dos acontecimentos. Se o mesmo vai ter peito pra continuar sem tal apoio popular, ainda não sabemos, mas é possível que siga em frente.

Há de amargar a ouvir as PROMESSAS DA EDUCAÇÃO, que não cumpriu em seu mandato.

• Não cumprimento da CARTA COMPROMISSO DO SINTEP assinado no dia que expôs sua Proposta de Educação para os Profissionais da Educação (Ao todo são 16 itens).

• Demissão de alguns funcionários com muita arrogância, só por os funcionários trabalharam em outras gestão.

• Reajustou somente o salário dos profissionais Efetivos, deixando os Contratados furiosos (aprovou a Lei na Câmara sem consentimento do SINDICATO, haja visto que o SINTEP luta por todos).

• A LOPEB levou exatos 2 anos para ser aprovada.

• A disponibilidade de um funcionário para ficar a disposição do SINTEP, como está escrito na LOPEB, demorou mais de 3 anos. (O SINTEP solicitou 2, ELE DISSE NÃO).

• Não paga o PISO NACIONAL.

• Não cumpriu a promessa de igualar o salário da REDE MUNICIPAL com a REDE ESTADUAL.
Gostaria de ver a cara daquela assessora demitindo funcionários com arrogância, ficaram gravadas na minha mente este discurso dela, quando fui confortar a pessoa que ela demitiu por telefone.

____Você não faz parte do nosso grupo político, eu te avisei se você fosse trabalhar na gestão do Erival quando Lincoln voltasse você não iria ficar.

____Você está demitido.

E agora? Faltam exatos só 06 meses para enfim acabar essa gestão.

O povo está esperando, e vai dar a resposta nas urnas no dia 07 de outubro.

E o prefeito, há de amargar a solidão dos que se perderam pelo caminho. Assim seguirá sem mais o que fazer senão aguardar o fim de seu mandato e depois, de mala e cuia, partir para a terra dos esquecidos, enquanto nós, os sobreviventes desses quatro anos colocaremos esta linda canção na vitrola: "Bilhete”. Ufa!

Texto adaptado - O ARAIBU

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDE O SEU COMENTÁRIO!

O BLOG DO PROFESSOR ODEMAR MENDES não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. Se você se sentir ofendido pelo conteúdo de algum comentário dirigido a sua pessoa, entre em contato conosco pelo e-mail odemarmendes@hotmail.com