segunda-feira, 30 de julho de 2012

Professores perderam espaço na política de Diamantino



Os professores são reconhecidos pela luta de classe, pela reivindicação à melhoria na qualidade do ensino e pela inquietude própria em relação as desigualidades sociais.
Fora da sala e do papel de educador, os professores não têm relevância na política eletiva de Diamantino.
Luiz Marques da Silva, Ruy Rodrigues Fontes foram os primeiros professores eleitos para a Câmara de Diamantino. O atual secretário de Educação, professor Nilvo Pedro Lanza foi eleito vereador na legislatura de 1993 a 1996.
Rosa Neide Sandes de Almeida e Vitório Jeovane Deprá foram eleitos juntos, para a legislatura 2001 à 2004. Antes, a professora Rosa Neide tinha exercido o cargo de secretária de Educação, durante a administração do prefeito Batistinha, no período de 1996 à 2000.
Na época, a professora Rosa Neide foi cogitada para ser candidata a prefeita, devido ao seu desempenho na Pasta; talvez a única que se salvou naquela gestão do prefeito Batistinha. O professor Vitório Deprá foi presidente da Câmara de Diamantino no biênio 2001 e 2002.
Desde então, a classe ficou sem representação na política de Diamantino, não elegendo mais nenhum nome para o Legislativo Municipal.
No atual pleito, os professores estão desfalcados de nomes para a disputa e tudo indica que novamente, ficará sem assento na Câmara Municipal.
A classe é por excelência politizada, mas muito desunida.

 
Benedito Cruz de Almeida
Agência Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDE O SEU COMENTÁRIO!

O BLOG DO PROFESSOR ODEMAR MENDES não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. Se você se sentir ofendido pelo conteúdo de algum comentário dirigido a sua pessoa, entre em contato conosco pelo e-mail odemarmendes@hotmail.com