domingo, 30 de setembro de 2012

PENSE BEM.....

O papel da imprensa na cobertura eleitoral



Por Carlos Castilho em 10/09/2012

Qual é o papel da imprensa na cobertura de uma campanha eleitoral? Esta pergunta está sendo feita com uma intrigante frequência na reta final da campanha eleitoral norte-americana, mas bem que poderia estar também na agenda da imprensa brasileira, às vésperas das eleições municipais de 7 de outubro.
O papel dos jornalistas numa campanha eleitoral começou a ser questionado como consequência indireta do aumento da participação de eleitores na veiculação de dados e fatos referentes a interesses e estratégias de candidatos envolvidos em disputas eleitorais.
Nos Estados Unidos, o tema entrou para a agenda pública depois que assessores do republicano Mitt Romney anunciaram que a estratégia do candidato opositor ao presidente Barack Obama não será influenciada pelos chamados fact checkers, jornalistas e blogueiros que conferem a veracidade das denúncias, promessas e declarações dos postulantes à Casa Branca nas eleições presidenciais de novembro.
O posicionamento dos republicanos abriu uma área de atrito com a imprensa e colocou os jornalistas numa posição difícil, já que seu papel na cobertura eleitoral foi confrontado pela equipe de Romney. O mal-estar foi geral e a melhor escapatória para o candidato e para os jornais foi o silêncio, depois de um ranger de dentes no início. Mas ficou no ar a pergunta sobre qual deve ser a função da imprensa: tentar separar o joio do trigo no tiroteio retórico entre os candidatos ou cobrir burocraticamente o que eles denunciam ou prometem?
Aqui no Brasil, o fact checking ainda é uma ação esporádica na imprensa e, quando ocorre, é pontual. Não há uma preocupação sistemática em checar os fatos, pois apontar contradições, equívocos ou meias verdades inevitavelmente acaba levando algum candidato a acusar o veículo responsável (jornal, radio, TV ou site) de cumplicidade com o oponente.
Como a relação da imprensa com os políticos é nebulosa, graças a compromissos passados, os jornais, rádios, TVs e sites raramente questionam abertamente as afirmações de candidatos em campanha. Sem assumir integralmente o seu compromisso com a veracidade dos fatos, a imprensa acaba vítima de uma dupla pressão: a dos eleitores, que deixam de levá-la a sério como ferramenta de tomada de decisões; e a dos blogs, que encontram espaço livre para questionamentos e que, na maioria das vezes, aumentam ainda mais a confusão informativa das pessoas.
O grande dilema da imprensa brasileira atualmente é romper com o seu passado de submissão aos interesses eleitorais dos grandes partidos e grupos de pressão. O cenário eleitoral do país mudou muito e as campanhas já não são mais um espelho fiel do caciquismo partidário. Se por um lado o eleitor se tornou mais crítico e desconfiado, por outro as candidaturas perderam consistência ideológica graças à predominância das estratégias de marketing.
Os princípios ideológicos e as identidades partidárias se dissolveram dentro da verdadeira obsessão com os marqueteiros políticos, personagens que, geralmente, colocam a remuneração e o prestígio como principais metas pessoais.
O marketing eleitoral tornou-se um negócio como qualquer outro, em que se vende um candidato como se vende sabão em pó. Assim, a imprensa não precisa submeter-se a esse jogo com a docilidade do passado. Tem mais espaço para afirmar seu compromisso com a veracidade e a fidedignidade, ainda mais levando em conta que ela precisa do público para recompor sua base de clientela, e que este mesmo público está carente de informação confiável.
Está criado um contexto favorável a uma afirmação do fact checking como contribuição da imprensa para a ampliação do capital político da população. Um dos fatores que colabora para a descrença dos eleitores em relação ao processo político é a omissão da imprensa como provedora de informações confiáveis num momento crítico para a tomada de decisões por parte dos cidadãos

FONTE - http://www.observatoriodaimprensa.com.br/posts/view/qual_e_o_papel_da_imprensa_na_cobertura_de_uma_campanha_eleitoral

AVALIAÇÃO DE LINCOLN

FOTOS DA EXPLANAÇÃO DO CANDIDATO JUVIANO LINCOLN



sexta-feira, 28 de setembro de 2012

JUVIANO LINCOLN FAZ EXPLANAÇÃO AO SINTEP

21:23 - O candido pede voto a JUVIANO LINCOLN e VALDINEI TEODORO.
21:21- O candidato faz o compromisso de de 11% em janeiro de 2013, e depois maiws 11% em 2014.
- O perfil para o secretario tem que ser articulador, tem que conhecer a Educação, ele está fazendo gestão com o pé no chão.
21:16 - O candidato está fazendo a explanação final, que não GOSTARIA DE TER DEMITIDO OS VIGIAS, e que a empresa contratada teve até o momento um incidente.
21:14 - Sobre a transparência, o candidato disse que pretende implantar um portal no site da prefeitura
21:12 - O prefeito disse que já está implantado a cidade digital.
21:09 - sobre os Programas do municipio, o governo disse qu tem acionado a assessoria pedagogica para resolver os problemas que surgem, já chegaram novos ar condcionados quw serão implantadas na caeté e Deciolãndia.
21:06 - O candidato e questionado porque ele não precisa ajuda no governo federal, para cumprir a lei do PISO NACIONAL, o prefeito disse que o municipio ja cum ple o PISO, mas acha que ainda é pouco, o que se tem que fazer é melhor o PISO DE DIAMANTINO  e em 2014 igualar o SALARIO igual a Rede Estadual.
21:05 - O PREFEITO DISSE QUE PAGA O PISO NACIONAL.
21:02 - O IDEB é um conjunto de ações nas escolas, o prefeito tem que fez desafios ao SINTEP e também a sua ASSESSORIA. O mesmo acha que nenhum candidato terá condições de pagar o PISO, se não houver aumento de arrecadação.
21:00 - A sec de Ação Social Thereze Silva chegou a Câmara.
20:56 - No ano de 2013, funcionará o curso de Pedagogia, na UAB
20:53 - sobre os projetos para funcionar se as estruturas físicas necessitam de melhorais, o prefeito disse vai investir nas escolas para as melhorias físicas das Escolas.
20:52 - A escolha do Secretário de educação serão escolhidos por eleição, irá fazer ainda no final de dezembro.
20:50 - questionados sobre a UAB, o candidato disse que a entregará o prédio da UAB em breve, todos os cursos mensionados aqui serão divulgados e funcionarão.
20:46 - Sobre novamente o PISO NACIONAL, o prefeito disse que PAGA O PISO NACIONAL, o prefeito disse que gostaria de pagar um PISO MELHOR AO PROFISSIONAL, o PISO de R$ 1.124,00 que o Municipio de Diamantino.
20:41 - Uma pergunta sobre pagar insalubridades ao Auxiliar de Regência, ele disse é preciso sentar com o sintpe para ver a legalidade.
20:36 - Sobre as reformas das Escolas, o candidao disse que quando assumiu o governo, algumas ações tiveram que serem tomadas, haviam ônibus que tinham tábuas como assoalhos, mas que fez várias parcerias.
- Reforma do prédio da UAB
- construção da Escola Castorina
20:29 - O candidato foi questionado sobre o PISO NACIONAL,  o candidato está fazendo a leitura da LEI DO PISO, o candidato disse que o muncipio de diamantino está cumplindo no mínimo, mas reconhece que háq necessidade de aumentar o PISO.
20:26 - O candidato foi questionado se ele receberá o apoio da Prefeitura de Diamantino, o prefeito disse que vai apoiar.
20:24 - O candidato a vice-prefeito VALDINEI TEODORO, até o momento não chegou na Câmaara
20:22 - O candidato encerrou a explanação e começam o questionameos dos profissioanis da Educação
20:18 - Construção de uma escola no Posto Gil e Construção da Nova Escola Castorina sabo Mendes.
- Implantar Laboratórios de ciencias, aquisição de novas máquinas de computadores nas escolas.
-aquisição de materiais esportivos.
- Conclusão de 2 escolas de educação Infantil.
- Conclusão Escola Modelo do jardim Alvorada.
20:15 - O candidato já utilizou cerca de 25 minutos na sua explanação até o momento.
20:14 - O IDEB do municipio é melhor do que o IDEB da rede Estadual. Há necessidades de ações em volta da Escola para que o IDEB fique melhor.
20:08 - O programa Brasil Carinhoso, onde a criança ficará em tempo integral. Serão contempladas 5 escolas.
- Melhorar o valor do repasse as escolas
- formação inicial dos professores de Educação Básica.
- formação continuada de professores da Educação Básica e Especial
- Pró-funcionário
- Concurso Público para suprir as necessidades.
- Manter o PISO NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO.
- Implnatação do programa ALFABELETRAR
- Práticas pedagogicas
- Escolas cicladas
- O professor Articulador
- sistema apostilado, dar continuidade.
- Reforma da NETE, das bibliotecas, lousas digitais, cadeiras almofadas, em todas as escolas,
20:03 - Na educação o candidato fez as seguintes colocações
- Acompanhamento do Conselho Muncipal de Educação. (já tem uma minuta dele)
- Acompanhamento da EJA, irá implantar outras escolas.
- Criação da Assessoria da diversidade.
20:01 - O candidato disse que vai desmenbrar a Secretaria de Educação e Cultura.
- Reformar a Casa do Seo Terige Vanni, onde será implantado um Museu.
-Implementação da Banda Municipal
-Apoio a diversas Manifestações Culturais
- Construção de Centro Cultural
20:00 - Sistema Apostilado de Educação
19:55 - O candidato disse que já tem alguns projetos no seu Plano de Governo, alguns serão implanatados e os que exisem continuarão.
- Programas Saúde na Escola (em parceria com a Sec. de Saúde)
- Programa Brasil alfabetizado
- PAC NACIONAL Alfabetização
-Prova Brasil
- Programa de Apoio aos Dirigentes da Educação.
19:53 - Diamantino já possui o PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, o candidato está lendo as metas do Plano
19:48 - O candidato Juviano Lincoln, fará a a sua EXPLANAÇÃO  sentado na mesa, deseja boa noite a todos os presentes, começa a dizendo que gostaria de ver o plenário lotado. Ele agradece a Deus por estar aqui fazendo a explanação, começa dizendo que em Diamantino tem 2.800 alunos. Tem 575 na Educação Infantil, 1600 no Ensino Fundamental
19:47 - A presidente do SINTEP Professora Luiza, está lendo as regras da EXPLANAÇÃO
19:43 - Execucação do HINO NACIONAL
19:42 - A presidente do SINTEP, está dando início a explanação
19:39 - Tudo pronto, vai começar
19:36 - Continuam a chegar pessoas a Câmara.
19:29 - Acaba de chegar o candidato JUVIANO LINCOLN, acompanhado de assessores, o mesmo esá cumprimentando a todos os presentes, aqui na Câmara
19:27 - As assessoras da SMEC professorasleoni e Tânia chegam a Câmara.
19:23 - Os preparativos estão sendo feito para a EXPLANAÇÃO do candidato JUVIANO LINCOLN, começam a chegar correlegionários do Candidato.
19:21 - Acaba de chegar o Secretario Municipal de Educação Prof. Nilvo Pedro lanza
19:20 - Chegam alguns membros do SINTEP DIAMANTINO





ELEIÇÃO NÃO É MICARETA NEM PARTIDA DE FUTEBOL.



A qualidade de um possível gestor de um município é medida pela vivência do postulante ao cargo, pela sua abordagem da multiplicidade de assuntos que envolvem a questão, pelo seu comprovado engajamento nas lutas do povo, pela sua consciência expressa em seus atos, pelo seu preparo técnico-administrativo possível de ser detectado em sua comunicação e em seus projetos, pela sua postura frente aos adversários e frente a tudo o mais.
Ele não precisa ser, necessariamente, portador de um diploma de nível superior ou até um pós-graduado, mas se o for e com mérito, é sinal de que respeita o conhecimento, busca profundidade, reflete e é capaz de propor respostas conseqüentes aos desafios que lhe são e lhe serão postos.
Assim como o município cresce em complexidade, o gestor deve seguir o mesmo caminho, escapando de todo tipo de “analfabrutismo” que lhe seja opressor. E se o indivíduo deseja ser prefeito, é necessário também, para a segurança e a confiança do eleitorado, que ele esteja sem nenhuma pendência judicial que possa, amanhã ou depois, lhe retirar do cargo e levar milhares de pessoas à uma decepção profunda.
A própria maneira de um candidato conduzir sua ação durante a campanha, porta a porta, rua a rua, nos diz de seu futuro comportamento. Se ele é do tipo que gosta de fazer barulho e incomodar a população, é porque não desenvolveu os mais básicos raciocínios sobre coletividade e respeito ao próximo. Não merece nosso apreço, pois!
Tudo isso vale para candidato a prefeito e para candidatos a vereador. O legislativo tem muitas vezes um papel muito mais determinante, pois parlamentares compromissados com o povo fiscalizam se o executivo aplica bem os recursos e se cumpre com as políticas de resolução dos problemas da comunidade. Do contrário, temos apenas arengueiros na Câmara Municipal que, de quatro em quatro anos, renovam sua estadia nesse paraíso de uma sessão por semana e um salário ótimo ― às custas de todo o povo que confia bestamente em tais indivíduos.
Eleição não é micareta nem partida de futebol. Eleição é o momento em que nós temos o dever de dar um salto de qualidade na administração do município. Não tem que ter essa de “meu parente”, de “seu dotô”, de “meu cumpade”, de “meu amigo”, ou outra qualquer bobagem que os espertos gostam de jogar pra cima do povo. Eleição é um concurso (uma disputa) onde nós devemos escolher o mais qualificado para gerenciar os negócios do município, tudo o que diz respeito à qualidade de vida da coletividade. E a coletividade somos nós, eu e você, nossas famílias, as pessoas todas que, esperançosas de uma sociedade melhor, cuidam de bem escolher quem seja o prefeito e os vereadores.
Nós não podemos transformar a votação do dia 7 de outubro na vingança da família “A” ou do grupo “B”, pois isso é pendência particular de tais pessoas e grupos. Nós temos que levantar a cabeça e olhar com seriedade para o que realmente precisamos ver e, dentre os postulantes aos cargos públicos, enxergar quem reúne as melhores capacidades e as melhores condições de realizar nossas metas.
Você aí fique à vontade para fazer uma escolha consciente ou uma grande bobagem. Mas saiba que, seja qual for a sua escolha, todos arcaremos com as conseqüências.

Pelo bem de Diamantino e pelo melhor gerenciamento de cerca de 210 milhões de reais no quadriênio 2013-2016.

Pense bem!

texto adaptado - O ARAIBU

HOJE É DIA DE JUVIANO LINCOLN



O sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso - Subsede de DIAMANTINO, encerra na noite de hoje a participação dos CANDIDATOS A PREFEITOS DE DIAMANTINO.
Hoje quem fará a explanação para a EDUCAÇÃO será o CANDIDATO JUVIANO LINCOLN.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

VIVA NOSSA CULTURA.....VIVA....

NOME É USADO INDEVIDAMENTE


O grupo GAZETA DE COMUNICAÇÕES, através de uma NOTA está desmascarando uma Pesquisa realizada em DIAMANTINO-MT, pior de tudo é que o nome da empresa está sendo usado. O grupo ja acionou a justica Eleitoral.
Já está circulando na Edição impressa de hoje  quinta-feira 27/09/12,  na Pagina 9A uma nota escrita pelo jornalista  MARCOS LEMES, desmentindo que o GRUPO GAZETA PUBLICOU A TAL PESQUISA, espalhada na cidade de Diamanatino, por uma COLIGAÇÃO.


fonte - http://www.gazetadigital.com.br/conteudo/show/secao/10/materia/345625


quarta-feira, 26 de setembro de 2012

ACORDA CIDADÃO.

ELEITORES DE DIAMANTINO – ELEIÇÕES 2012

 

 

 

ITEM

 

LOCAL DE VOTAÇÃO

SEÇÃO/

SEÇÃO AGREGADAS

TOTAL DE ELEITORES

01

EE PLÁCIDO DE CASTRO

25

Não há

219

02

EE PLÁCIDO DE CASTRO

26

Não há

215

03

EE PLÁCIDO DE CASTRO

30

Não há

215

04

EE PLÁCIDO DE CASTRO

31

Não há

214

05

EE PLÁCIDO DE CASTRO

41

Não há

212

06

EE PLÁCIDO DE CASTRO

42

Não há

217

07

EE PLÁCIDO DE CASTRO

84

Não há

214

08

EE PLÁCIDO DE CASTRO

142

Não há

215

09

EE PLÁCIDO DE CASTRO

193

Não há

213

10

EE PLÁCIDO DE CASTRO

197

Não há

213

11

EE LUCINDA FACCHINI

28

29

363

12

EE LUCINDA FACCHINI

32

33

373

13

EE LUCINDA FACCHINI

34

35

367

14

EE LUCINDA FACCHINI

36

37

362

15

EE LUCINDA FACCHINI

195

205

356

16

EM CASTORINA SABO

27

40

326

17

EM CASTORINA SABO

43

44

324

18

EM CASTORINA SABO

196

202

319

19

EE NILCE MAGALHÃES

45

Não há

367

20

EE NILCE MAGALHÃES

46

Não há

352

21

EE NILCE MAGALHÃES

47

Não há

365

22

EE NILCE MAGALHÃES

251

Não há

251

23

EM JOÃO BATISTA

48

Não há

304

24

EM JOÃO BATISTA

49

Não há

302

25

EM JOÃO BATISTA

50

Não há

303

26

EM JOÃO BATISTA

225

Não há

295

27

EE DR MANOEL JOSÉ

51

Não há

352

28

EE DR MANOEL JOSÉ

52

Não há

353

29

EE DR MANOEL JOSÉ

53

Não há

351

30

EE DR MANOEL JOSÉ

160

Não há

357

31

EE DR MANOEL JOSÉ

212

Não há

356

32

EE DR MANOEL JOSÉ

248

Não há

358

33

EM BRAS MAIMONI

131

Não há

296

34

EE SERRA AZUL

81

Não há

393

35

EE SERRA AZUL

145

Não há

393

36

EE SERRA AZUL

166

Não há

393

37

EE SERRA AZUL

179

Não há

389

38

EE SERRA AZUL

210

Não há

390

39

EE SERRA AZUL

240

258

393

40

EM ELZA MARTINS Q

38

39

268

41

EM ELZA MARTINS Q

82

83

270

42

EM ELZA MARTINS Q

152

Não há

136

43

EM ELZA MARTINS Q

194

201

264

44

EM CASTRO ALVES

230

Não há

281

45

EM CASTRO ALVES

244

Não há

140

46

EM DÉCIO FURIGO

163

207

338

47

EM DÉCIO FURIGO

208

209

332

48

EM FRANCISCO KROLING

80

Não há

175

49

EM MARIA EUZÉBIA

171

Não há

252

50

EM MARIA EUZÉBIA

224

Não há

253