quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Piso de docente terá reajuste menor em 2013

O reajuste do piso nacional do professor em 2013 deverá ficar abaixo de 10%, menos da metade dos 21% previstos no início deste ano.
O número, que está sendo finalizado pelos ministérios da Fazenda e da Educação, é usado para corrigir o salário dos docentes da rede pública que lecionam do ensino infantil ao médio (educação básica).


Diante do baixo crescimento da economia brasileira, técnicos do governo já admitem que a correção pode ser até inferior aos 7,86% registrados em 2010, o menor desde a definição do piso nacional, há quatro anos.
O problema neste ano é que, com a menor atividade econômica, a arrecadação da União ficou abaixo das projeções. Como a atualização anual do piso está atrelada a uma cesta de impostos que compõem o Fundeb (fundo para a educação básica), a estimativa do reajuste dos professores em 2013 despencou.
A queda foi comunicada informalmente a alguns secretários de Educação e reacendeu o debate sobre mudanças na fórmula do reajuste.





Hoje, nenhum professor de escola pública pode ganhar menos do que R$ 1.451 mensais para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.
Com base na estimativa atual, o ganho no ano que vem deverá ficar abaixo de R$ 145. Perdem os professores, mas os prefeitos e principalmente os governadores devem ficar aliviados, já que haverá impacto menor nas contas públicas.
Os governadores defendem uma alteração na metodologia atual e sua substituição por um reajuste atrelado à inflação, para garantir uma fórmula mais previsível. No mês passado, seis governadores questionaram no Supremo Tribunal Federal a regra em vigor.
Já os trabalhadores da educação, preocupados com o baixo reajuste no próximo ano, querem assegurar um índice que reponha a inflação e assegure um ganho real, calculado a partir do Fundeb.
Segundo a CNTE (confederação dos professores), pagam o piso ao professor da educação básica ao menos 14 Estados, além do Distrito Federal --onde estão 50% do total de 1,78 milhão de funções docentes da rede pública (um mesmo professor pode ocupar mais de uma função).
Procurado, o MEC afirmou que a reestimativa de recursos do fundo só é definida no final do ano. "Portanto, qualquer avaliação sobre o volume de reajuste, ou de eventual mudança na fórmula, é precipitada", afirma, em nota.

NADA CONTRA


Nada tenho contra a vereadora Gisa. Ela nunca me fez nada. Sua filha foi minha aluna e gosto demais dela, que sempre foi muito educada.

Acontece que a vereadora pisou feio na bola ao falar da educação em relação à saúde.

Vereadora ainda não foi possível formar médicos (as), enfermeiros (as), auxiliares de enfermagem, nutricionistas, farmacêuticos (as), administradores hospitalar e outros profissionais da saúde sem que passem pelos bancos escolares. Mesmo que nenhuma faculdade dê educação, caráter, ética e outros fatores também importantes à educação escolar ainda é fundamental para se formar profissionais em qualquer área. Sabe o que acontece vereadora é a falta de assessores que lhe ajudem, a saber, o que e como e onde vai falar. Use um pouco da verba de gabinete e contrate um profissional que lhe ajude. Não um bajulador que concorde em tudo que a Srª fala, mas alguém com a capacidade de criticá-la para que melhore e não diga bobagens como a que falou.

A humildade é característica das grandes pessoas e com certeza seu desempenho vai melhorar muito. Não conte isso como despesa, mas como investimento.





Um abraço.
Profº Fumaça Genro

WWW.fucalima2010.blogspot.com
WWW.musicapura.listen2myradio.com

REPERCUTIU MAL...

Vendo a página da JUVENTUDE ATIVA. PELA MUDANÇA DE VALORES DA SOCIEDADE no facebook, observei que a fala da vereadora Gisa não soou bem perante os profissionais da educação e perante os membros da pagina JUVENTUDE ATIVA. PELA MUDANÇA DE VALORES DA SOCIEDADE.

VEJA

http://www.facebook.com/#!/groups/279511118834501/?fref=ts


VEJA UM DOS COMENTÁRIOS

Marianne Carvalho - Lamentável a fala da vereadora... não se classifica a educação mais importante do que a saúde ou vice versa, ambos são importantes e ambos não devem ser apenas "levados" pra ver até onde vai... a educação é um processo de desenvolvimento de capacidades morais, intelectuais e físicas das pessoas. Na sessão do dia 15 de outubro da Câmara Municipal, na qual eu mesma estava presente, a vereadora elogiou e parabenizou os professores pelo seu trabalho na educação, ressaltando a importância dos mesmos para a sociedade, e assim como outros vereadores, citou a educação como base de tudo... Ao término da sessão foi citado um texto onde ficou claro que nem mesmo os médicos existiriam sem a educação... então com a educação pode falhar?

REFLEXÃO DO DIA......

BOM DIA DIAMANTINO.....

terça-feira, 30 de outubro de 2012

BLOG DA PROFESSORA MARCIA RAIMUNDO


Gostaria de parabenizar a colega MARCIA RAIMUNDO pelo blog, agora temos mais um mural de comunicação, para as nossas escolas.
A mesma me confidenciou, que criou esse blog inspirada no meu www.odemarmendes.com.br
Muito Obrigado e muito sucessos...

ACESSE O BLOG.

SOMOS TODOS GUARANI-KAIOWÁ



As redes sociais virtuais, como Facebook e Twitter, têm demonstrado força positiva em relação às lutas dos mais variados seguimentos da sociedade e isso tem ajudado a pressionar e a influenciar pautas dos veículos de imprensa. Até a imprensa nanica, em muitos casos porta-voz do governo federal, vê-se, em certas situações, obrigada a noticiar assuntos incômodos ao dito governo, como no caso recente dos Guarani-Kaiowá, do Mato Grosso do Sul, e sua situação de despejo. 
Há quem queira desviar todas as responsabilidades do governo federal na questão e utilizar a situação para terminar de “queimar” o ministro Gilmar Mendes (STF), como se isso resolvesse o problema dos indígenas. Mas o fato é que o governo cuja base é o PT (e congêneres) tem (ou deveria ter) responsabilidade histórica para com esses povos, posto que diz defender as minorias e por elas lutar, fazendo disso o sentido mesmo de sua existência.
Não fosse a mobilização da sociedade e esses recursos tecnológicos, certo seria que essa questão toda estaria abafada, como se fazia no passado e ainda se faz no presente noutras questões.

“O país inteiro tem acompanhado o drama dos índios Guarani–Kaiowá. A luta contra o despejo da aldeia Pyelito Kue e pela demarcação das terras indígenas ganhou as redes sociais e a solidariedade dos movimentos sociais tem fortalecido a resistência indígena. Uma das lideranças dos Guarani-Kaiowá esteve na reunião nacional da CSP-Conlutas para relatar a realidade do seu povo em um país que tem cometido um verdadeiro genocídio contra os índios. Ládio Veroni falou ao Portal do PSTU sobre o aumento da violência contra lideranças indígenas e o total abandono das reservas, aldeias e acampamento indígenas pelos governos. Segundo o líder, mais de 270 lideranças foram assassinadas nos últimos 10 anos, número superior do que nos 20 anos anteriores. Encurralados por pistoleiros e pela Justiça Federal, precisariam apenas de uma intervenção do Governo Dilma para que suas terras fossem demarcadas e novas tragédias evitadas.” (Portal do PSTU).

A mobilização está dando certo e muitas pessoas estão se organizando em torno do assunto para pressionar as autoridades. Conforme matéria da revista Carta Maior, temos:

“Diante da boa receptividade da luta dos indígenas nas redes sociais, várias atividades foram programadas. Em 18 cidades foram agendados atos de solidariedade, entre os dias 27 de outubro e 9 de novembro. As iniciativas podem ser conhecidas no site http://solidariedadeguaranikaiowa.wordpress.com/, assim como os apoiadores das causas dos guarani kaiowás podem tomar contato com suas ações pelo perfil do Aty Guassu no Facebook."

Participe!


FONTE - O ARAIBU

VAI SE LEVANDO?




Achei infeliz a fala da vereadora Gisa no último dia 29/10, ocorrido no Plenário da Câmara Municipal de Diamantino, com certeza meus colegas de profissão também não gostaram.
Em seu discurso sobre o impasse que acontece sobre a Saúde, e os repasses que o estado deve fazer ao Hospital São João Batista, a mesma disse:
____Se na educação tem algum problema, VAI SE LEVANDO.....Mas, na saúde não tem como....
Vereadora, se a educação tem algum problema, tem que ser resolvido, pois sem educação não tem saúde....
Haja visto, a nossa luta há anos, pelo PISO NACIONAL nesta cidade, e até o momento as autoridades que comandam a educação desta cidade.......
Estão fazendo o senhora disse ESTÃO LEVANDO.....
É LAMENTÁVEL......

LINDA....

Quem esteve distribuindo simpatia no HALLOWIZARD, foi a amiga SIRLEY PAIVA.
Por onde a mesma passava deixava a sua marca registrada que  é a simpatia.
A mesma participou do concurso de fantasias e foi a vencedora, com a fantasia de BRUXA PINK, no momento do desfile ela foi ovacionada pelo público presente, o resultado não poderia ser outro, venceu o concurso.


REFLEXÃO

BOM DIA CIDADE.

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA HOJE

Olívio Dutra: “o PT está virando um partido de barganha como todos os outros”

Se a direção nacional e gaúcha do PT tem uma avaliação de que as eleições municipais de 2012 foram apenas positivas pelo aumento do número de prefeituras em relação ao último pleito, um quadro de força política relevante do partido discorda. O ex-governador do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra disse em entrevista ao Sul21 que o processo eleitoral deve servir como lição sobre os rumos da identidade do PT.

“O PT tem mais se modificado do que modificado a sociedade. Este é um grande problema nosso. Estamos ficando iguais aos partidos tradicionais. Nós não nascemos para nos confirmarmos na institucionalidade e viver da barganha política”, critica. Para Olívio, a sigla que nasceu da luta dos trabalhadores e acumula tradição em formação política e diálogo com os movimentos sociais está se afastando de sua origem. “Não podemos ser o partido da conciliação de interesses. Temos que ser o partido da transformação social. Evidente que não sozinho, mas com alguns em que possamos apresentar projetos de campos populares democráticos”, diz.

A política de colaboração de classes adotada pela direção do Partido dos Trabalhadores a partir da eleição do Lula, em 2002, conduz o PT, na visão de Olívio Dutra ao distanciamento dos ideias petistas que constituíram o partido. “A esquerda do PT, PSTU e PCO devem ao país. Temos que nos unir e não ficar disputando dentro do próprio PT. As correntes internas que antes discutiam ideias agora discutem como se fortalecer e buscar cargos e eleições de seus quadros. Isso é preocupante”, afirma.

Ainda que as considerações do ex-ministro de Lula apontem para um cenário crítico internamente, ele acredita que o PT ainda tem raízes de sustentação que o permitem fazer uma boa reflexão sobre esta transformação política. “Aprendemos mais com as vitórias do que as derrotas. Representamos uma enorme transformação para o povo brasileiro, mas há que se perguntar se conseguimos mudar substancialmente as estruturas do estado que promovem as desigualdades e injustiças no nosso país. Elas estão intactas, apesar de termos tido a oportunidade de estar no governo. O PT tem que ser parte de uma luta social e cultural agora, e não se dispor a ficar na luta por espaços e no afastamento dos movimentos sociais”, salienta.

FONTE: Sul21

LEMBRANÇA DA MISSA DE 7º DIA DE DARCY CAPISTRANO


REFLEXÃO

BOM DIA CIDADE.

domingo, 28 de outubro de 2012

ELE É O CARA...


Recebi ontem em minha residência o jornalista HELDER CALDEIRA, que veio me presentear com duas de suas magníficas obras, A 1ªPRESIDENTA e ÁGUAS TURVAS.
Ainda tivemos tempo, pra ficarmos mais de 2 horas debatendo sobre os mais variados assuntos aqui da cidade, e pude conhecê-lo um pouco mais,  suas posições sociais, políticas, religiosas etc.
Achei o cara simplesmente um crânio.....
Já comecei a leitura da obra ÁGUAS TURVAS, após finalizar a leitura, inicarei A 1ª PRESIDENTA.
Gostaria de agradecer os presentes e desejar muito sucesso.





PARABÉNS AOS SERVIDORES DE DIAMANTINO.

Que neste dia que comemora o dia do Servidor Público parabenizar a todos os Servidores desta cidade.

REFLEXÃO

BOM DIA CIDADE.

sábado, 27 de outubro de 2012

A SOMBRA DE UM DELÍRIO VERDE

Na região Sul do Mato Grosso do Sul, fronteira com Paraguai, o povo indígena com a maior população no Brasil trava, quase silenciosamente, uma luta desigual pela reconquista de seu território. Expulsos pelo contínuo processo de colonização, mais de 40 mil Guarani Kaiowá vivem hoje em menos de 1% de seu território original. Parabéns à omissão do govern "Democrático-Popular" por permitir o assassínio de ancestrais aos quais o comissariado trabalhista não se vê como descendente e por estregar as terras brasileiras a estrangeiros.

OS PALESTINOS DO BRASIL.





Por esses dias, depois da divulgação da carta-testamento dos índios Guarani-Kaiowá, do Mato Grosso do Sul, culminando numa petição via Avazz.Org, muitos brasileiros se deram conta de que há uma realidade obstruída a ser rebuscada, reencontrada, a bem dessa nação que, para cumprir honroso e vital papel, não pode deixar que seus primitivos povos sejam tragados como formigas no furacão do atual desenvolvimento do país.
Reparem, visitantes, que hoje nossos partidos de esquerda, outrora porta-vozes dessas questões, já não mais se ocupam da defesa delas, como se os povos indígenas não merecessem a atenção que merecem. Com exceção do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) e do Partido Comunista Brasileiro (PCB), nenhum outro sequer tocou no assunto em seus portais na internet! Por quê, se adoram cuidar bem das pessoas?
Hoje mesmo, 26/10/2012, acessando o portal do Conselho Indigenista Missionário (CIMI), dou de cara com a notícia de uma índia Guarani-Kaiowá que fora, neste 24/10, violentada por oito pistoleiros no município de Iguatemi-MS, violência esta que, no decorrer dos anos, sob o olhar muitas vezes omisso das autoridades e da sociedade que se diz cristã e benfazeja, ocorre como se coisa boa e natural fosse: ”Kaiowá e Guarani de Pyelito Kue é violentada por oito pistoleiros em Iguatemi, MS.
Estupros, assassinatos, torturas, despejos, alcoolismo e suicídio são parte do repertório de problemas dessas nações que o governo federal mais a sociedade brasileira, como um todo, deveriam proteger.
Os indígenas são “barreiras naturais” à expansão do agronegócio, dos pecuaristas, das mineradoras e de outras frentes do capitalismo que avançam sobre suas terras. Reagindo, enfrentam a ira de pessoas poderosas, de empresas, de fazendeiros e jagunços armados. Como são também “barreiras naturais” às hidroelétricas que o governo federal já constrói e a outras que intenta construir, não contam com as vozes que antes lhes eram (ou se diziam) parceiras. Isolados até pela grande mídia, que pisa e repisa assuntos como o julgamento do mensalão, não lhes resta mais que a sensibilidade e a ação de pessoas e organizações que dentro e fora do Brasil lhes fazem eco e lhes dão apoio. Você, que lê esse texto, é já uma força que pode falar e agir em defesa desses povos: ”Salvemos os índios Guarani-Kaiowá - URGENTE!”.
A bem de um aprofundamento do assunto, ainda recomendo a leitura de uma interessante entrevista: ”Bastidores da tragédia Kaiowá-Guarani: Multinacionais, partidos, Justiça…”.
No meu entender, traçando um paralelo, nossos indígenas são os palestinos do Brasil, dia a dia expulsos não mais apenas de suas culturas e de suas terras, mas da própria vida. O nome disso é extermínio! E quem nada faz é porque consente.

Fonte - O ARAIBU

TÁ NO FACEBOOK

Abrindo o facebook, me deparei com desabafo deste senhor RONALDO MACIEL, vejam:



DISCUSSÕES EM ALTA....


As discussões em torno das 102 irregularidades das Contas do prefeito Juviano Lincoln, julgadas pelo Tribunal de Contas do Estado, estão sendo o tema principal de debates. As discussões nos centros das escolas, estão sendo apimentadas, uns falam uma coisa, outros falam outras, uns defendem, outros metem o pau mais ainda.
O que está acontecendo é uma coisa histórica dentro deste muncícipio OS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO, não estão quietos ESTÃO SE MANIFESTANDO, sobre o referido caso.
As discussões estão ganhando proporções gigantescas, essas maneiras de se indignar é excelente, pois os profissionais que a uns anos atrás, ficavam calados sobre os mais variados assuntos políticos, hoje opinam e debatem sobre ele.
Isso é ótimo, o acoite do feitor pode ser combatido....

REFLEXÃO DO DIA.

BOM DIA DIAMANTINO.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

4ª Oficina de Gêneros Textuais:

Docentes e alunos da Escola Estadual Irmã Lucinda Facchini, partiram para a Aldeia Formoso realizando mais uma etapa do Projeto Pedagógico  4ª Oficina de Gêneros Textuais: Reconstruindo Conceitos e Atitudes, coordenado pelas professoras Ivolina Razza(História ) e Jacilda S  Pinho(Língua Portuguesa). O projeto é fruto de parceria firmada desde 2010 entre a Escola e a comunidade Pareci que traz como objetivos: valorizar a pluralidade cultura e indígena buscando a redução da discriminação e do preconceito, construindo conceitos positivos em relação ao respeito mútuo, convivência  pacífica, sustentado pela Lei 10639/03. Tem também como objetivo refletir sobre a complexidade ambiental articulando com práticas sustentáveis visando o diálogo ente conhecimento e práticas educativas.




MISSA DE 7º DIA

AMANHÃ ´TEM SOPÃO SOLIDÁRIO

Amanhã inicia o PROJETO SOPÃO SOLIDÁRIO, na Escola Municipal "Elza Martins Queiroz Oliveira"
A escola estará recebendo a Comunidade do bairro Pedregal a partir das 9:00 hs, onde haverá Palestras com Dr. Reinaldo e o Frei Tarcísio.
Após será servido um delicioso SOPÃO (os alunos deverão levar vasilhas para levar o sopão para casa).

CONVITE


Gostaria de agradecer a empresária Sirlene, proprietária da WIZARD DIAMANTINO, que nos convidou para fazer parte da mesa julgadora do Concurso de Fantasia, promovida por aquela Instituição de Ensino. O evento acontecerá no VILLA DOS PARECIS, a partir das 18:30 hs, hoje dia 26/10/2012.
com certeza este blogueiro está marcando presença. O evento promete.

PASTOR VALTER DE DIAMANTINO ESTÁ NO G1



Um pastor evangélico recorreu à culinária para ministrar um sermão aos fiéis no último culto da igreja Batista Buriti, na cidade de Diamantino, a 137 quilômetros de Cuiabá. Diante de quase 120 pessoas, o pastor Valter Stehlgens, de 39 anos, usou ovos, fermento, farinha de trigo e leite para preparar um bolo de chocolate durante a celebração.
O pastor contou ao G1 que sempre gosta de fazer alguma encenação nos cultos para fixar o conteúdo ministrado à igreja que é composta, em sua maioria, por jovens. Em outras oportunidades, ele disse que já usou fantoches, peças teatrais e até queimou uma nota de R$ 100 para explicar que o dinheiro é um mal quando domina o homem. A preparação do bolo, porém, surgiu de uma pesquisa bíblica feita pela mulher dele. No culto gastronômico, o pastor falou sobre a importância da unidade na igreja.
Stehlgens contou ao G1 que a encenação causou espanto na maioria dos fiéis que foi se identificando com as características de cada ingrediente utilizado para se fazer um bolo. Depois de colocar todos os ingredientes na tigela, o pastor explicou que o bolo só é formado quando cada ingrediente resolve se unir a outro, o que ele denominou de unidade. Morador de Diamantino há nove anos, o líder evangélico enfatizou que segue o mesmo método de ensino usado por Jesus. “Nossa igreja tem esse dinamismo de ensinar contando histórias, fazendo encenações. Jesus ensinava por meio de parábolas e faço a mesma coisa”, disse.
Segundo a mulher do líder evangélico, Elizandra Fátima de Lima, de 37 anos, assim que o bolo ficou pronto, foi direto para o forno. Ao final do culto, os fiéis foram convidados a saborear o resultado da ministração. “Nós pedimos para as pessoas levarem mais bolos à igreja. O final do culto acabou se transformando em um grande festival de bolos”, disse.
Além do culto gastronômico, a igreja tem ousado em montar grupos para a prática de esportes radicais e trilhas pelos pontos turísticos de Diamantino. Segundo Elizandra, as atividades têm tirado muitos jovens do vício das drogas e do crime. “O bairro em que estamos inseridos é violento e não muito bem visto na cidade. Com esse tipo de atividade estamos mostrando que ser diferente não significa ser careta. Esses jovens têm aprendido isso conosco. Esse é o nosso desafio na cidade”, finalizou.



Desculpas? Que DESCULPAS.

O vereador Edilson Sampaio usou seu precioso espaço na câmara de vereadores para pedir desculpas a não sei quem por fatos que teriam ocorrido no velório de Darcy Capistrano. Falando por telefone com Dr. Rafael ele me afirmou que não pediu a ninguém em seu nome se desculpar. Até porque quem tem desculpar não é ele. No que eu concordo inteiramente E sim aqueles que usaram a doença de Darcy nas eleições passadas. Que tentaram invadir o hospital para tirar fotos. Que mesmo após a morte estavam no hospital, talvez para como aves de rapina se alimentar da tristeza das pessoas. Que distribuíram na madrugada das eleições panfletos com uma cama vazia. Esses sim deveriam desculpas. Mas esperar esse tipo de comportamento de algumas pessoas é acreditar em histórias de fadas. Melhor em história de terror.
A família Capistrano também não autorizou ninguém em seu nome a pedir desculpas. Resumindo. O ilustre vereador deveria ocupar seu tempo com algo mais útil como, por exemplo, trabalhar para ajudar a resolver os problemas do Hospital São João Batista. Caso isso não atrapalhe a eleição para a presidência da câmara em 2013.

Profº Fumaça Genro

WWW.fucalima2010.blogspot.com
WWW.musicapura.listen2myradio.com

REFLEXÃO

BOM DIA.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

A política suja do Brasil fazendo o povo rir

Os nossos políticos são tão desqualificados, muitos são ladrões de carteirinha, que não adianta mais chorar, é melhor fazer piada e rir.


Isso é uma vergonha !

Reprodução do jornal Extra, coluna Berenice Seara.



MUSICA PURA




Domingo a Rádio MÚSICA PURA vai ter uma programação especial. Inicia a com música gaúcha, depois música mato grossense e de pois de 3 CDs somente Jovem Guarda e sucessos de décadas passadas. 
 Um abraço. Fumaça Genro de Diamantino-MT.
 
OUÇA A RÁDIO MÚSICA PURA

DESCULPAS?????


O vereador Edilson Mota Samapaio, usou a tribuna na última segunda para pedir desculpas pelo incidente ocorrido no velório do ex-prefeito Darcy Capistrano.
Será que não seria o contrário?
Quem jogou panfletos nas ruas e colocou notícias em site da Capital, usou da politicagem, não seriam essas pessoas a pedirem desculpas????
Em conversa com Dr. Rafael, o mesmo disse que o vereador Edilson está falando por ele próprio, o médico disse, que em nenhum momento, pediu a alguém que pedisse desculpas, nem em nome dele, nem em nome da família Capistrano.

Profº Odemar Mendes

Professores de todo o país podem se inscrever e concorrer a prêmio por iniciativas de ensino bem-sucedidas



Estão abertas, até o dia 27 de outubro de 2012, as inscrições para o 6º Prêmio Professores do Brasil. A iniciativa do Ministério da Educação foi instituída pela Secretaria de Educação Básica (SEB) para valorizar práticas pedagógicas bem-sucedidas, criativas e inovadoras nas redes públicas de ensino.
Este ano, foi criada uma segunda categoria, sobre temas específicos, além da já conhecida, de temas livres. Esta é subdividida nas áreas de educação infantil, anos iniciais do ensino fundamental, anos finais e ensino médio. O novo módulo conterá projetos de educação integral ou integrada, ciências para os anos iniciais, alfabetização nos anos iniciais e educação digital articulada ao desenvolvimento do currículo.
Cada categoria terá até quatro professores premiados em cada uma das subcategorias, um por região do país. Os autores das experiências selecionadas pela comissão julgadora nacional, independentemente de região e da categoria, receberão R$ 7 mil, além de troféu e certificados expedidos pelas instituições parceiras.
As inscrições para a sexta edição devem ser feitas na página do prêmio na internet - http://www.premioprofessoresdobrasil.mec.gov.br/. Nela, o professor também encontra informações relevantes e o regulamento do 6º Prêmio Professores do Brasil.

Diretor, convoque os professores de sua escola para participar do 6º Prêmio Professores do Brasil.

Brasília, 3 de outubro de 2012.
Secretaria de Educação Básica
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

REFLEXÃO...

BOM DIA.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Sintep/MT cobra audiência com o Governo para discutir pendências da pauta de negociação



A Direção Estadual do Sintep/MT deverá cobrar do governador nova rodada de negociação


O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público no Mato Grosso (Sintep-MT) solicitou uma audiência com o Governo do Estado para fazer a avaliação do quadrimestre e discutir outros pontos pendentes da pauta de reivindicação.
A Direção Estadual do Sintep/MT deverá cobrar do governador nova rodada de negociação para avaliar a evolução das receitas objetivando a revisão salarial, a possibilidade da extensão das horas atividades aos interinos, realização da conferência avaliativa do Ciclo de Formação Humana no estado, realização da Conferência de Gestão Democrática-CONGED, correção da tabela salarial para o cargo de Apoio Administrativo Educacional e a realização de debates sobre regime de colaboração junto ao Fórum Estadual de Educação/ Conselho de Educação/ Undime/ Sintep-MT e Sase-MEC.
A realização destes eventos agora no segundo semestre do ano foi definida em audiência anterior, mas ainda há encaminhamentos a serem feitos pela Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc/MT).
Quanto à Conferência de Avaliação das Escolas Estaduais Organizadas em Ciclos no Estado de Mato Grosso (CONEC/MT), em curso, o Sintep-MT cobrará do Governo a garantia de amplo debate com a comunidade escolar. A etapa escolar foi prevista para os dias 17 a 20/10 conforme calendário, mas houve pouca mobilização por parte do Governo. A maioria das escolas não realizou a etapa escolar, o que já compromete também a etapa municipal prevista para acontecer de 29 a 31 de outubro. Para a vice-presidente do Sintep-MT, Miriam Ferreira Botelho, é fundamental que a discussão ocorra desde as escolas para que a Conferência cumpra com seu objetivo, ainda que possa implicar na revisão do cronograma proposto. A etapa estadual da Conferência está marcada para os dias 10 a 12 de dezembro.

Fonte: Pau e Prosa Comunicação

MISSA DE 7º DIA

CAOS DA SAÚDE EM DIAMANTINO



Médio-Norte e o caos na saúde


24/10/2012 - 11:07

Municípios do Médio-Norte pedem socorro para atendimento a pacientes do SUS. Depois do hospital municipal de Barra do Bugres, que há um ano não recebe recursos prometidos pelo Estado para a área da saúde, foi a vez da unidade de Diamantino, tocado por uma OSS, também fechar as portas nesta terça, por causa do atraso no repasse de verbas pelo governo estadual. O prefeito de Nova Marilândia, Juvenal Alexandre (PR), disse que a região está em desespero porque os 2 hospitais não estão atendendo. Além de Nova Marilândia, Diamantino e Barra do Bugres, estão prejudicados pacientes de São José do Rio Claro, Nova Maringá, Alto Paraguai, Nortelândia, Arenápolis, Santo Afonso, Nova Olímpia, Denise e Porto Estrela.