segunda-feira, 12 de novembro de 2012

O Fantasma da Ópera - Emílio Santiago




Olha nos meus olhos


Esquece o que passou

Aqui neste momento

Silêncio e sentimento

Sou o teu poeta

Eu sou o teu cantor

Teu rei e teu escravo

Teu rio e tua estrada...



Vem comigo

Meu amado amigo

Nessa noite

Clara de verão

Seja sempre

O meu melhor presente

Seja tudo sempre, como é

É tudo que se quer...



Leve como o vento

Quente como o sol

Em paz na claridade

Sem medo e sem saudade...



Livre como um sonho

Alegre como a luz

Desejo e fantasia

Em plena harmonia...



Eu sou teu homem

Sou teu pai, teu filho

Sou aquele que te tem amor

Sou teu par

Teu melhor amigo

Vou contigo

Seja aonde for

E onde estiver estou...



Vem comigo

Meu amado amigo

Sou teu barco

Neste mar de amor

Sou a vela

Que te leva longe

Da tristeza eu sei

Eu vou

E onde estiver, estou...

E onde estiver, estou!

Um comentário:

  1. Olá,
    Achei essa postagem enquanto procurava assuntos sobre o Emilio Santiago. Muito bacana!
    Abraços,
    Grupo Puro Acaso
    www.grupopuroacaso.com.br

    ResponderExcluir

MANDE O SEU COMENTÁRIO!

O BLOG DO PROFESSOR ODEMAR MENDES não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. Se você se sentir ofendido pelo conteúdo de algum comentário dirigido a sua pessoa, entre em contato conosco pelo e-mail odemarmendes@hotmail.com