quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

AGRONEGÓCIO OU AGRICULTURA FAMILIAR? QUAL A ESCOLHA CORRETA PARA O BRASIL?

 

agri

Nossa ligação mais visceral com o planeta Terra, creio eu, dá-se pela alimentação, todos sabemos. Por mais que evoluamos, nossa animalidade básica se conserva e conserva, assim, características (condições) imutáveis diante do meio e de suas especificidades. Mas com o desenvolvimento social, econômico e cultural que cada vez mais nos insere numa cultura urbana, sendo nós mesmos produtores e produtos de tal cultura, esquecemos, pois, dessa parte fundamental, primeira e imutável em sua essência que é nossa relação com a Terra e seus frutos. Nós, os citadinos, achamos que as "coisas", simplesmente, surgem!

Para a maioria de nós, apesar do crescimento de uma consciência sobre tais assuntos, pouco importa qual a origem dos alimentos ― se saudáveis ou portadores de agrotóxicos, se originais ou transgênicos, muitos de nós nem se dá conta do quanto isso deveria ser de interesse prioritário. Muito menos, ainda, sabemos sobre quais as práticas adotadas na produção dos mesmos, se as que preservam o meio e a saúde do trabalhador, ou se são as destrutivas, as que visam demais o lucro, sem dar muita importância para o futuro do meio, do homem e dos outros seres.

No Brasil, há uma luta entre os defensores do modelo de AGRICULTURA FAMILIAR e os defensores do AGRONEGÓCIO. No meio, o governo federal que, ao que se sabe, retrocedeu em relação à reforma agrária. João Pedro Stédile, líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), escreveu brilhante artigo sobre o assunto, e eu peço (sugiro) a você que não deixe de ler, pois é de suma importância: ”O governo ainda não entendeu a natureza e a gravidade dos problemas sociais no campo”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDE O SEU COMENTÁRIO!

O BLOG DO PROFESSOR ODEMAR MENDES não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. Se você se sentir ofendido pelo conteúdo de algum comentário dirigido a sua pessoa, entre em contato conosco pelo e-mail odemarmendes@hotmail.com