quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

DIVAGAÇÕES DE UM BLOGUEIRO ENSIMESMADO




Gosto de blogs. Acho formidável essa possibilidade de comunicação onde podemos publicar textos, imagens, vídeos, etc. Sobretudo, aprecio a graça dessa tecnologia ser refinada e, simultaneamente, popular, praticamente ao alcance de todos. O que não entendo até hoje é a distância terrível que escolas, educadores e estudantes têm disso tudo. Adicione-se a isto as redes sociais tipo facebook (há centenas delas, ok?) e a sua utilização ainda pueril. Se estou sendo injusto com alguém do meio, desculpe-me, mas desconheço por parte de nossas escolas um trabalho que as mesmas desempenhem com blogs e afins. De modo particular, os indivíduos usam, mas é só. E pronto.

Da mesma forma, observando o comércio local, os homens e mulheres de negócios, pergunto: vocês já pararam pra pensar na maravilha que é fidelizar uma clientela através de uma ferramenta como o facebook? Não me refiro a todo tipo de comércio, mas a boa parte. Encontram-se alienados disso tudo, vivendo num mundo paralelo onde a internet é apenas.... Sei lá o que se passa na cabeça dessas figuras! Simplesmente, dei de questionar, pois sou atento e curioso.

Surpresa mesmo, no entanto, terei no dia em que um vereador fizer o pleno uso dessas ferramentas e colocar seu mandato a serviço do povo de modo radical. Desconfio de que não verei essa realidade. Sou um idealista num mundo coberto de desencanto, cheio de pessoas destruídas. Publico meus pensamentos e me arrisco a ser lido por quem sabe mais que eu ou, pior, por quem me considera uma espécie de praga (pensar tem seu preço).

Dizem que estamos na “Era do Conhecimento” e eu não duvido. Mas é possível que haja uma maior a englobar esta: a “Já Era!”
FONTE - O ARAIBU

POR QUE O BRASIL NÃO SE INTEGRA DE VERDADE À AMÉRICA LATINA?


Evo Morales - Presidente da Bolívia
Todos esses países ao nosso redor falam espanhol. Se o Brasil, de fato, quisesse uma integração plena com vistas a tentar de modo mais soberano a liderança de tal bloco, deveria investir maciçamente no ensino da língua espanhola aos brasileiros. É na língua que se expressa uma cultura, um modo de ser, a educação, os desejos, as aspirações econômicas e até os defeitos. Deve haver, pois, uma razão para as nossas esquerdas serem desatentas a ponto de, nesses 10 anos do PT na Presidência da República, não terem feito coro nesse raciocínio tão simples. Se nós brasileiros tivéssemos o espanhol como segunda língua, e de modo muito fluente, muitas barreiras cairiam, o que nos aproximaria inclusive afetivamente (termo amplo). Creio que o primeiro passo para a integração cultural Brasil-países da América Hispânica seria a conexão pela língua. Deles, claro, pois querer que eles aprendessem o  português seria até arrogância nossa.

Penso nisso ao ler sobre o presidente da Bolívia, Evo Morales, um índio que tem peito de nacionalizar empresas que foram “roubadas” de seu povo. Aqui no Brasil essa pauta é politicamente incorreta até para as esquerdas, e tais notícias nem tem o peso que deveriam ter, a não ser quando os veículos da grande mídia querem utilizar certas informações contra o PT e aliados. É o caso da visita da sem-sal Yoani Sanchéz, blogueira cubana que foi saudada por figuras como Ronaldo Caiado e Jair Bolsonaro. Só faltou o companheiro Malafaia.

Fôssemos nós brasileiros mais antenados com os acontecimentos da América Latina ― isso através de conexões legítimas como o poder da língua ―, saberíamos o que realmente pensar e não sobraríamos de “reféns” das muitas armadilhas das elites. No entanto, padecemos de um desconhecimento quase completo de quem são esses povos desses países ao nosso redor. Não teria chegado a hora de haver uma aproximação real e ampla? Ou o Brasil tem medo de alguma coisa que desconhecemos? Hein, presidente Evo?


FONTE - O ARAIBU

O SER HUMANO E O MUNDO SÃO PROJETOS ABERTOS



O mundo, expressão do ser humano, é, tal a ao ser que lhe cria, incessantemente, um projeto aberto. As mentes (as almas, os corações) é que se fecham em “verdades” e “certezas”, sendo uma delas a de que não vale lutar por um mundo melhor, pois “o que está aí não tem mais jeito”. Porém, como diz certo pensamento, o pessimista convicto é um tipo de arrogante, pois determina, sob todos os clamores, o fim das coisas, matando a esperança dos que ainda a possuem. E muitas pessoas não possuem mais que isto: esperança.

Se o mundo e o ser humano são projetos abertos, fica clara uma inconclusão acerca das possibilidades, ou seja, elas continuam abertas, elas existem. Mas ninguém fará a novidade apostando no de sempre, nem dizendo uma coisa e fazendo o contrário. O cinismo e a hipocrisia são hoje comportamentos alojados onde deveria haver sinceridade e coerência, ao menos um esforço maior. Mas, como indivíduos, temos escolha. Cada um, apesar de todas as pressões, escolhe seu rumo e o muito que lhe habita e que lhe habitará a alma, quer dizer, o coração.

Apostar em projetos pessoais faz parte. Quem não tem necessidades próprias a satisfazer, sonhos a alcançar? Mas voltar-se para uma visão de coletividade e de comunidade é essencial, afinal só somos humanos por conta do esforço que desempenhamos juntos desde que éramos apenas quase-símios ou assemelhados dependentes totais das vontades da natureza, isso em remotos tempos.

Se hoje muitas crises se apresentam, deixando-nos tontos e perdidos, com um aperto na garganta e palpitações na pulsação, isso, por outro lado, significa que a vida nos pede transformação. Claro, a imoralidade de muitos funciona como incentivo ao pior. Mas não somos obrigados a seguir esses muitos. Há tantas formas de não seguir! A primeira é não querer. Simples assim. A grande transformação é cultural e espiritual (termo amplo), visto que em ciência e tecnologia já alcançamos  patamares muito altos, apesar dos desníveis quanto ao acesso por parte das pessoas. E o mundo inteiro encontra-se nesse ponto, tendo que optar entre mudar e salvar-se ou continuar na mesma e autodestruir-se. Não é inteligente a segunda opção. De que lado você samba? ― dizia o grande Chico Science? De qual?

Caso queira, leia essa entrevista: ”Muita gente pequena em muitos lugares pequenos, fazendo coisas pequenas mudarão a face da Terra”.


FONTE - O ARAIBU

REFLEXÃO


BOM DIA CIDADE.


sábado, 23 de fevereiro de 2013

CURSO DE FORMAÇÃO SINDICAL



O curso de formação Sindical, promovido pelo SINDICATOS DOS TRABALHADORES DO ENSINO PÚBLICO - SINTEP, está acontecendo na Escola Municipal "Elza Martins Queiroz Oliveira", no período matutino houveram as explanações do eixo temático, e no periodo vespertino, irá discutir as questões norteadoreas para dinãmica de entrosamento.

CAPA DA VEJA



O paradoxo da liberdade

A visita da cubana Yoani Sánchez revela muito sobre o Brasil e alguns brasileiros: ela enfrenta a ditadura para pedir democracia, enquanto eles usam a democracia para defender a ditadura

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Cambaxirra cubana

Yoani Sánchez na chegada ao Aeroporto de Recife/PE. Horda de manifestantes pró-Fidel agrediram a blogueira cubana em sua primeira viagem internacional.


Ninguém é obrigado a gostar ou apoiar Yoani Sánchez, mas a turba brasileira pró-Fidel protagonizou exemplo de incivilidade.
22/02/2013, 20h21- Atualizado em 22/02/2013, 21h04 
 
 
Quando eu era criança, minha avó sempre fazia questão de revelar suas superstições. Uma delas versava sobre a cambaxirra, uma pequena ave acastanhada e bastante corajosa, tanto que quase não guarda distância dos seres humanos. Típica do Brasil e da Bolívia, ela também é conhecida, em determinadas regiões, como garrinchinha e carriça. Pois bem, dizia a advertência da minha avó: “Nunca jogue pedra na cambaxirra, porque se você acertar, todas suas roupas amanhecerão rasgadas”.
 
Estupefato, assisti na última semana as ridículas manifestações de ignorância e incivilidade de supostos manifestantes brasileiros pró-Fidel contra a blogueira cubana Yoani Sánchez em sua visita ao nosso país. Ignóbeis do que seja, de fato, um ambiente democrático, não ficaram satisfeitos com cartazes mal escritos e gritos de ordem mal falados, bem próprios de quem tem ralo domínio do idioma pátrio. Partiram para agressões físicas, esfregando dólares falsos em sua cara e puxando suas longas madeixas.
 
Em Feira de Santana, na Bahia, aos berros, com grosseria e violência, “uma milícia de talibãs tropicais” (como bem classificou o jornalista Nelson Motta no artigo Novela Cubana) impediu a exibição do documentário “Conexão Cuba-Honduras”, do diretor Dado Galvão e que tem Yoani como uma das principais entrevistadas. A barbárie se repetiu nas outras cidades visitadas por Sánchez: Salvador, Recife, Brasília e São Paulo. Por onde passou, a “cambaxirra cubana” foi alvo de uma saraivada de pedras arremessadas por hordas esquisitas. “Queria que um deles, à queima-roupa, respondesse algumas perguntas sobre História e Geografia das Américas”, pediu Maria Helena Rubinato Rodrigues em seu excelente artigo Desordem e Retrocesso.
 
Será que esses “manifestantes espontâneos” (faz-me rir!) desejam um Fidel tupiniquim pra chamar de seu? Faz parte da “causa” ver, um dia, o Brasil se tornar uma Cuba, ilha isolada, tirânica e desplugada do mundo contemporâneo? Ou essa já é a realidade dessa “turma”, cordiais defensores de um (des)governo corrupto e quadrilheiro? Volto à reflexão de Nelson Motta em seu artigo: “A maior fragilidade da democracia é poder ser usada livremente pelos que querem destruí-la”.
 
As barbáries brasileiras contra a blogueira cubana ganharam manchetes no mundo inteiro. Centenas de artigos como este e os supramencionados se multiplicam nas páginas de jornais, revistas, portais e nas redes sociais. Não são “ataques orquestrados pela mídia” ou “golpismo das elites”, como certo alguém gosta de bradar. Na verdade, trata-se de vergonha por tamanha estupidez. Vergonha na cara, ainda que artigo em escassez, jamais deixará de ser termômetro de bom senso.
 
Não poderia deixar de citar a conclusão do jornalista Sandro Vaia em seu brilhante artigo Democracia: Agite Antes de Usar: “Ninguém é obrigado a gostar de Yoani, como ninguém pode ser proibido de admirar e cultuar ditaduras. Infelizmente, a história da humanidade é recheada de massas ululantes que seguem ditadores e homens providenciais de camisas verdes, negras, pardas, boinas vermelhas e uniformes verdes-oliva. O fascínio pela servidão voluntária é uma das características mais degradantes do ser humano”.
 
A superstição da minha avó revelou-se factível. Ao atirar suas pedras acéfalas na “cambaxirra cubana”, a intrépida trupe de radicais brasileiros amanheceu com a roupagem rasgada, famosos internacionalmente pelo desrespeito ao ambiente democrático e pela maltrapilha cultura. Não há “militância política” ou “causa partidária” que possa justificar a ausência de educação, quiçá a violência. Yoani Sánchez seguirá sua jornada pelo mundo, ainda mais forte, “cambaxirra” a piar contra as mazelas de sua Cuba. Os incivilizados de cá seguirão viciados em cartilhas discursistas e tostões apaniguadores. Nada surpreendente para o país da corrupção institucionalizada e da impunidade desavergonhada.
 
Helder Caldeira
Escritor e Jornalista Político
Autor de "Águas Turvas" e "A 1ª Presidenta"
www.ipolitica.com.br - www.aguasturvas.com.br
Contato: helder@heldercaldeira.com.br
 
 

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

O SITE NÃO MUDOU, CONTINUA O MESMO....



Nesta segunda 18/02, quando começaram os trabalhos legislativos do ano de 2013, da Câmaram Municipal de Diamantino, pensei em ir prestigiar a 1ª Sessão dos Nobres Vereadores, como aconteceu uma chuva inesperada, resolvi acompanhar a sessão pela INTERNET, para a minha surpresa, o site da Câmara continua o mesmo da gestão passada, inclusive os vereadores que não foram releitos estão no site. 
Pôde??


EXPOALTO 2013



Em conversa com o prefeito ADAIR JOSÉ, ficamos sabendo que a I EXPOALTO será realizada no periodo de 05 a 08 de setembro de 2013, e no dia 07 o show que virá será NACIONAL,

Por intermédio de Pedro Taques, ministro da Integração Nacional garante apoio para estrada em Alto Paraguai




O ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra garantiu apoio à pavimentação de estradas vicinais, com ligação à BR-364-163, no município de Alto Paraguai, em Mato Grosso. Nesta quarta-feira (20.02), o senador Pedro Taques (PDT) acompanhou o prefeito do município, Adair Alves Moreira (PMDB) em audiência com o ministro, em Brasília.

O asfaltamento deste trecho irá fomentar a indústria da piscicultura. Conforme o prefeito, já são 150 produtores na cidade. A intenção agora é fazer a industrialização do pescado, o que irá gerar cerca de 300 empregos. “Nossa região é historicamente empobrecida, precisamos da infraestrutura do governo para melhorar a economia local, gerando emprego e renda e melhorando a qualidade de vida do cidadão”.

O ministro sinalizou positivamente para atender o pleito de R$ 24 milhões para a construção de pontes em concreto e asfaltamento de 23 km de estradas vicinais da região que irão interligar a cidade de Alto Paraguai à BR-364/163, principal eixo rodoviário de escoamento da produção em Mato Grosso. Conforme o prefeito, a obra é condição necessária para a instalação de um frigorífico de peixe no município.
Pedro Taques ressaltou que a região precisa encontrar uma vocação econômica para enfrentar o baixo índice de desenvolvimento humano. “Com o fim do garimpo a cidade apresenta poucas ofertas de emprego, está sem identidade. A piscicultura, com o processamento do produto no local, irá incentivar o crescimento econômico contribuir para tirar a população da pobreza”, disse o senador.

PORQUE SERÁ QUE TEMEM YÓNI SANCHES



Nos noticiarios de todos os jornais, desde de domingo ultimo, o que se vê são alguns "idiotas", que tentando a todo momento "melar" toda programação que fora feita para a vinda da blogueira YOÁNI SANCHES ao Brasil.
Sinceramente, jamais pensei que Yóani iria passar por estes consntrangimento neste país.
Dizem que este país existe a democracia.
Me pergunto porque esses idiotas tem medo de Yoáni?

TÁ NO G1..

 Reajuste salarial de vereadores em MT é barrado após ação de universitários

Juíza entendeu que aumento deveria ser votado antes da eleição.
Estudante disse que reajuste é abusivo diante da precariedade da cidade.

Pollyana Araújo Do G1 MT
A Justiça barrou aumento de salário dos vereadores de Diamantino, a 209 quilômetros de Cuiabá, após ação popular protocolada por um grupo de estudantes universitários. Em dezembro passado, a Câmara aprovou reajuste correspondente ao dobro em relação ao mandato anterior. De R$ 2,7 mil, os parlamentares passaram a receber R$ 6 mil por mês, além de R$ 3 mil de verba indenizatória. A decisão derrubando o reajuste é da juíza Silvana Ferrer Arruda, da 2ª Vara Cível da Comarca do município, e foi proferida na segunda-feira (18).

O presidente da Câmara, Luiz Carlos Gaino, disse ao G1 que não foi notificado sobre a decisão e que ainda não sabe a medida que irá tomar. "Sou da legislatura passada e participei da votação da lei que previa o aumento. O reajuste é legal, mas acho que a população tem direito de pedir explicação e nós temos dever de explicar", argumentou.
Um dos autores da ação popular, o estudante de direito Julyelson Augusto Vitorassi, afirmou que ele e outros três colegas decidiram protocolar o documento porque consideram o aumento abusivo. "A cidade está cheia de buracos, tem muitos problemas, então achamos que não era o momento ideal para o aumento", disse. Segundo ele, o documento foi impetrado logo depois do carnaval.
A magistrada entendeu que o projeto que trata do reajuste deveria ser votado antes das eleições municipais. "Quando a lei fala em fixação de remuneração em cada legislatura, para a subsequente, necessariamente prevê que tal fixação se dê antes das eleições que renovem o corpo do legislativo", destacou.
Silvana Ferrer ainda enfatizou, na decisão, que a concessão de liminar segue orientação dada pela própria União das Câmaras Municipais de Mato Grosso (Uccmat). Consta do documento que em 13 de junho do ano passado, a entidade emitiu nota ténica dizendo que "a fixação dos subsídios do prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e vereadores para a legislatura 2013/2016 deveria ser formalizada antes das eleições". Isso com base em entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF).
De acordo com Julyelson, cinco vereadores que aprovaram o aumento foram reeleitos. "Cinco aumentaram o próprio salário", criticou.

CURSO DE FORMAÇÃO SINDICAL DO SINTEP

Inscrições realizadas até o momento



CEFAPRO

Maria Auxiliadora
Luiza Fátima Duarte 

NOME DA ESCOLA - ELZA MARTINS QUEIROZ OLIVEIRA



Rosângela Scandaroli Conci
Izabel Cristina Gaino Ferreira
Solange Ribeiro de Souza
Rejane Gomes da Silva
Luciane Agripina de Barros
Gertudres Mendes Conceição
Diana Regina Pereira
Eliane Maria do Prado
Andrisia Ribeiro de Almeida
Odemar Mendes de Souza




NOME DA ESCOLA - BRAS MAIMONI

GHISLAINE G MAGALHÃES
JUREMA NUNES MIRANDA
ROSILEI CARRIS MONTINI
MARTA MARIA DE S. SILVA
LUCIMEIRE COELHO SILVA
GIZELE MORAES SILVA
CELIA MARIA DA ROSA
TATIANA R. DE MATOS
LUCINDA PRAXEDES C. AZEVEDO
ERLITA GOMES DE ARRUDA
EDITH VANNI


NOME DA ESCOLA: EMEI TIA ALAIR



Claiton José Pereira Lopes
Claudenice Alves França
Cristiane Lenir Pudell
Evanil Maria do Nascimento
Gloria Maria da Silva
Iracy Espírito Santo Arruda
Izabel Cristiane Ribeiro Fiali
Joanil Eduarda de Arruda
Josefina Nobres da Silva
Jessica de Almeida Santana
Letícia Souza Toledo
Lusinete Barbosa Torres
Marcos Nei Doico
Mirian Regina Pereira Lopes
Simara Araújo de Carvalho
Tatiane Quiara Rodrigues Leal
 

 E.M.E.I “VOVÓ CELINA”



LUZIA OLGA BARCZYSZYN
LUZINEIA A. DE FRANÇA
MARIA F. DE ALMEIDA OLIVEIRA
FRANCISLENE SILVA SOARES
REGINA OLIVEIRA PINTO
JANE REGINA V. DA SILVA
MARLY CORREA BRITIS
CLEIR BENEDITA DA COSTA SANTOS
DINISI OLIVEIRA CORREA 
 


INSCRIÇÕES ESCOLA JOÃO BATISTA DE ALMEIDA



    Adelaide Ferreira Lopes


Ana Pulcheria dos Santos


   Claudinei Rodrigues dos Santos

  Dimas Evangelista Barbosa Junior

     Ivanice Fernandes Teixeira
    Leandra de Almeida
    Lourdes Magro de Bona
    Maria Nelly Rosa de arruda
Maria Pereira de Macedo
Marilza Mamede da Silva
 Rosiclei Leite Bento
Salete Luiza Zucchi
   Vandineia Paula H. da Silva Rodrigues


 
NOME DA ESCOLA Escola Municipal Carinha de Anjo



Suellen Hoffmeister
Cris Daiane da S. de Lima
Jany Paula Pereira Lopes
Edeviges V. Barczyszyn
Agda Fernanda da Silva
Elka Patrícia de Souza Silva
Marina Gomes de Arruda

NOME DA ESCOLA EMEI DONA NHANHA 




Marcia Kroling Ramos
Vinicius F. Manrique Murta
Neuziane Gomes da Silva
Ronicleia Ap. F. dos Santos
Zeneide Ap. Aleixo da Silva
Varnice A. Dias Ferreira
Lucimaia Rodrigues Pinto
Maria Ap. M. de Arruda
Juriselma Ferreira da Silva
Eva Lucia Moreira da Silva
Sandra  M. Samsel Oliveira