segunda-feira, 16 de junho de 2014

I ENCONTRO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA ETNIA BAKAIRI -15 a 19/06/14


Kurâ Bakairi
  Nome
Os Bakairí se autodenominam Kurâ, que quer dizer gente, ser humano. Eles se consideram os verdadeiros Kurâ, a humanidade por excelência, devendo os demais ser especificados. Kurâ expressa, no sentido restrito, "nós, os Bakairí", "o que é nosso". O termo Bakairí é para eles de origem desconhecida e encontra-se registrado nas crônicas da história regional desde o século XVIII.

Língua
A língua Bakairí pertence à família Karíb. Segundo os estudiosos, ela apresenta elementos comuns às dos Arára e Txikão e outros às dos Nahukwá e Kuikúru. Todos os Bakairí falam a sua língua, assim como o português.
Desde a década de 60, missionários do Summer Institute of Linguistics (S.I.L.) traduzem textos bíblicos para a língua Bakairí. Cartilhas para alfabetização na língua materna foram por eles elaboradas. Esses trabalhos tendem a uniformizar as diferenças internas, que estão por merecer um cuidadoso estudo.

Localização
Vivem no estado de Mato Grosso, nas Terras Indígenas Bakairí (61.405,5905 hectares) e Santana (35.479,7443 hectares). Em ambas predomina o cerrado.
Santana situa-se no município de Nobres e tem o seu nome emprestado de um afluente do Rio Novo que, desenhando parte dos seus limites, desce em busca do Arinos, tributário do Juruena, afluente do Tapajós.
A Terra Indígena Bakairí, na sua quase totalidade, localiza-se no município de Paranatinga, à margem direita do rio Paranatinga ou Telles Pires, afluente do Tapajós. Uma parte dela situa-se no município de Planalto da Serra, à margem esquerda daquele rio. Nas suas vizinhanças encontram-se o morro do Urubu, do Daniel e parte da Serra Azul.
Juridicamente, ambas se encontram regularizadas: homologadas e registradas no Serviço de Patrimônio da União e no Cartório de Registro de Imóveis.
Os centros urbanos que mais influências exercem na vida dos Bakairí são Nobres, Paranatinga e Cuiabá, a capital do estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDE O SEU COMENTÁRIO!

O BLOG DO PROFESSOR ODEMAR MENDES não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. Se você se sentir ofendido pelo conteúdo de algum comentário dirigido a sua pessoa, entre em contato conosco pelo e-mail odemarmendes@hotmail.com